araci

terça-feira, 22 de outubro de 2013 15:32

Araci -Médico denuncia situação precária do Hospital Municipal Nossa Senhora da Conceição

O médico ainda critica o tratamento dado aos médicos cubanos recém chegados à cidade que, segundo ele, é totalmente diferenciado

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A atual situação do Hospital Municipal Nossa Senhora da Conceição, em Araci, no nordeste baiano, é considerada precária. A avaliação é do médico Jamil Abrão Santos Salvador, que presta serviço à unidade. Segundo o profissional de saúde, que é concursado, atualmente o hospital não conta com procedimento padrão de triagem.

A indignação do médico foi tão grande que fez circular uma nota falando de tudo que considera irregular na referida casa de saúde. A começar pela falta de controle dos pacientes, o centro de saúde não possuiu segurança ou porteiro, o que facilita a entrada de qualquer pessoa nas dependências do prédio.

Além do problema com a segurança, que expõe profissionais e pacientes, a unidade não conta com instrumentos médicos considerados imprescindíveis, como o autoclave – equipamento utilizado para esterilizar os materiais utilizados em diversos procedimentos.

Na denúncia encaminhada pelo médico, medicamentos básicos como Dexametasona, Voltarem, Diazepam, além de materiais para sutura e soros espcíficos deixaram de ser repostos.

Na sala de parto, a mesa está enferrujada e forrada com sacos de lixo, as paredes estão sujas e no local não tem nenhum material específico para a realização dos procedimentos.

Segundo ele, existe mofo nas paredes e o repouso dos médicos tem que ser feito no chão do local. No banheiro não existe nem sabonete, nem papel toalha, e os médicos precisam compartilhar a mesma toalha.

Equipamentos_HospitaldeAraciO médico ainda critica o tratamento dado aos médicos cubanos recém chegados à cidade que, segundo ele, é totalmente diferenciado. 

Até um relógio para registrar o horário do nascimento das crianças não tem. Outra preocupação do médico é com a alimentação servida na unidade e com o espaço reservado para o conforto dos profissionais.

A alimentação dos médicos

Café da manhã: cafézinho, Leite com água (um litro de leite diluído em 2 litros de água), batata doce e banana da terra. (Quando tem)

Almoço: galinha, feijão, macarrão e arroz

Jantar: cuscuz, farofa, linguiça, frango (óleo puro) um dia sim e no outro também!

Lanche: café, bolacha, pão e leite de água (como no café da manhã)

Quando os motoristas viajam (regulação) e chegam de madrugada no hospital a comida é servida fria, mesmo sendo fritura a óleo, pois o microondas fica na cozinha fechada e mesmo que tivesse aberta o equipamento não funciona.

Direção do Hospital se justifica

Realmente recebemos o hospital no início do ano em condições precárias.  Até porque as fotos mostram que o estado é mesmo complicado e que não é em dias que se chegam nessas condições. Além das fotos que lhe foram enviadas, outras alas estavam desativadas e equipamentos estavam parados por falta de manutenção.  As três ambulâncias da cidade, por exemplo,  estavam sucateadas, sem condições de rodar.

A partir de janeiro foram eleitas prioridades, uma vez que o município esta em crise financeira e é necessário planejar todo e qualquer investimento. As três ambulâncias foram reformadas e já colocadas à disposição da comunidade (duas em distritos e uma para o próprio hospital).

Também foram adquiridos equipamentos novos, como   Raio -x e dois ultrassom e móveis novos: macas  e cadeiras para recepção.
As reformas já começaram, programadas por alas.  As fotos (que lhe enviarei em seguida) mostram exatamente isso: alas que já estão sendo reformadas e com a manutenção em dia.

Da redação

 



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.