monte-santo

quinta-feira, 05 de dezembro de 2013 14:43

Caso Monte Santo: Mãe fala que ainda sofre perseguição

Silvânia ainda não tem a guarda definitiva das crianças.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

No dia em que completa um ano em que reconquistou a guarda provisória dos cinco filhos adotados ilegalmente por famílias paulistas, Silvânia da Silva afirma que ainda sofre perseguição.

Há exatamente um ano, no dia 5 de dezembro de 2012, ela reeocontrou as crianças em um abrigo em São Paulo, após um ano e cinco meses separados. Devido às perseguições, Silvânia se mudou de Monte Santo para um município da Região Metropolitana de Salvador, onde também estaria sofrendo ameaças dos pais adotivos dos menores. Na última terça-feira (3), ela foi ouvida pela CPI da Assembleia Legislativa que investiga o tráfico de pessoas.

Os cinco filhos foram retiradas dos pais em maio e junho de 2011, após determinação do juiz Vítor Manoel Sabino Xavier Bizerra, que afirmou que as crianças sofriam maus tratos. Silvânia ainda não tem a guarda definitiva das crianças.

Com informações do BN*



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.