brasil

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013 10:53

Ganhador da Mega-Sena sequestrado lamenta: “dinheiro não traz felicidade”

“Infelizmente, quem tem alguma coisa passa a ser perseguido, acaba o sossego, a pessoa não tem liberdade mais. O dinheiro é uma maldição tão grande."

Há três meses, um apostador da Mega-Sena de São Paulo conseguiu a sorte que milhões de brasileiros almejam, quando acertou as seis dezenas do sorteio e ganhou R$ 7,8 milhões. Agora ele se arrepende de ter conquistado o prêmio, após ser sequestrado na tarde desta segunda-feira (23).

O milionário nasceu na Bahia e voltaria para seu estado natal de carro já nesta terça-feira (23), usando parte do prêmio ganho na loteria. No entanto, o ganhador já se arrepende do dinheiro recebido e diz que ele não trouxe alegrias.

“Pra mim não trouxe não, o que eu passei hoje não trouxe felicidade. Eu pensei que ia trazer. Como eu ia ajudar minha família, eu pensei que ia ser, mas o final foi esse aí. Sinceramente trouxe tristeza”, disse, em entrevista ao G1.

Apesar de milionário, ele seguia trabalhando como pedreiro e morava na cidade de Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo, segundo o G1. A vítima do sequestro também confessou que apenas o irmão e um tio sabiam do prêmio.

“Infelizmente, quem tem alguma coisa passa a ser perseguido, acaba o sossego, a pessoa não tem liberdade mais. O dinheiro é uma maldição tão grande.”, lamenta. 

Sequestro
O ganhador do prêmio da Mega-Sena foi sequestrado dentro de casa com o irmão por volta de 13h de ontem. De acordo com o G1, ele já guardava R$5 mil dentro de um guarda-roupa e foi sacar mais R$5 mil para a vigem que faria hoje. Ao voltar do banco ele foi abordado por um casal armado.

“Me amarraram com carregador de celular e pedaço de pano e pediram dinheiro. Depois amarraram minha boca, pegaram eu e meu irmão, colocaram dentro do carro e levaram para cativeiro.”, confessou o pedreiro ao G1.

Inicialmente, os irmãos foram levados para um imóvel na cidade de Mairiporã, também na região metropolitana de São Paulo. Por volta de 20h, os criminosos os conduziram de volta para Guarulhos, onde foram mantidos em um cativeiro.

A polícia encontrou o esconderijo na madrugada desta terça-feira e entrou em confronto com os sequestradores. Na troca de tiros, um suspeito foi baleado e morto. O outro foi detido pela polícia.

Correio



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.