brasil

terça-feira, 10 de dezembro de 2013 19:51

Prefeitos protestam na Câmara dos Deputados contra empobrecimento dos municípios

De acordo com a presidente da UPB “os municípios estão empobrecidos com a concentração da receita nas mãos da União".

prefeitos em brasília

Centenas de prefeitos lotaram o Salão Verde da Câmara dos Deputados no início da tarde desta terça-feira,10, para exigir aumento nos recursos destinados aos municípios. Entre eles estão prefeitos baianos liderados pela União dos Municípios da Bahia (UPB). Os gestores se instalaram em frente à entrada da Presidência da Câmara e aguardam ser ouvidos pelo presidente, Henrique Eduardo Alves. A principal reivindicação é a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 39/13, que aumenta a parcela de recursos da União destinada ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

prefeitos em brasília.2De acordo com a presidente da UPB “os municípios estão empobrecidos com a concentração da receita nas mãos da União. Com todas as dificuldades que nós estamos passando, temos que nos levantar”. Ela ressaltou ainda as dificuldades em arcar compromissos com os pisos salariais. “Queremos direitos para todas as categorias, mas é preciso apontar de onde vem o recurso, pois as prefeituras sozinhas não têm como arcar com essas despesas”, revelou. Além do piso salarial dos agentes comunitários de saúde e combate a endemias que está para ser votado na Câmara, o piso do magistério pode ser elevado em19% no próximo ano.

A Proposta de Emenda a Constituição (PEC) 39/2013 aumenta em 2% os repasses do FPM. “Isso seria, fazendo as contas hoje, um aumento R$ 6 bilhões a ser compartilhado entre os municípios brasileiros”, afirmou a senadora Ana Amélia (PP/RS) que preside da Subcomissão de Assuntos Municipalistas do Senado. 

Fotos: Laycer Tomaz / Câmara dos Deputados



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.