bahia

quarta-feira, 04 de junho de 2014 15:50

Autoridades e Sociedade Civil se reúnem no Comitê em Segurança Pública

Ao fim da reunião, ficaram deliberadas ações voltadas às criações ou reativações dos CONSEG’s, dos municípios integrantes, bem como a criação do Disque Denúncia, cujo call center será implantado nas cidades sedes de Companhia PM do 16º BPM.

cisp 2

Na última segunda-feira, 02, no auditório da Fundação Nacional de Saúde-FUNASA, ocorreu a 2ª reunião do Comitê Interinstitucional em Segurança Pública de Serrinha e Região do Sisal – CISP Sisal, entidade instituída no âmbito da Procuradoria-Geral de Justiça do Estado da Bahia, que tem por finalidade contribuir com um Sistema de Justiça Criminal e de Defesa Social mais ágil e efetivo, promovendo a integração e a cooperação entre os órgãos e entidades do sistema de segurança pública e a sociedade.

Na oportunidade, se fizeram presentes oito prefeitos da Região Sisaleira, quatro promotores de Justiça, a juíza da Vara Crime de Serrinha, delegados da 15ª COORPIN e militares do 16º BPM, além de representantes de conselhos comunitários de segurança pública da região e de diversas outras instituições públicas e privadas relacionadas com a temática.

cisp 1

Durante o evento, o major Lúcio José Fonseca da Silva, do 16º BPM, fez apresentação de dados da estatística criminal desta Área Integrada de Segurança Pública, composta de 19 municípios, analisando os números relativos aos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), do Programa Pacto pela Vida, registrados ao longo do ano de 2013 comparando-os com os de 2014.

Dissecados os números, não foi difícil a interação entre os presentes, já que ficou evidenciado o perfil comum da grande maioria das vítimas de homicídios na região: homem jovem, não branco, assassinado com disparo de arma de fogo. Para a juíza Maria Angélica Carneiro encontros dessa natureza são importantes, no entanto se faz necessário também ouvir os clamores das ruas, das pessoas onde os fatos acontecem, e sentenciou a magistrada, o poder público tem muita responsabilidade nestes casos.
Neste mesmo diapasão externou o diretor do Presídio de Serrinha, capitão Carlos Flávio, afirmando haver uma juventude encarcerada no presídio, cuja ressocialização é extremamente difícil. Para ele, necessário se faz a intensificação de ações preventivas.

Ao fim da reunião, ficaram deliberadas ações voltadas às criações ou reativações dos CONSEG’s, conselhos comunitários de segurança pública dos municípios integrantes, bem como a criação do Disque Denúncia, cujo call center será implantado nas cidades sedes de Companhia PM do 16º BPM, a saber, Serrinha, Conceição do Coité, Araci e Riachão do Jacuípe. A próxima reunião ocorrerá no dia 07/07/2014.

 ASCOM 16º BPM



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.