conceicao-do-coite

domingo, 01 de junho de 2014 22:57

Casal com idade inferior a 40 anos tem 12 filhos homens e todos com nome iniciado pela letra “R”

Time de futebol só de irmãos com a letra R com direito a um na reserva.

 

casal com 12 filhos homens em coité 2- foto- Raimundo Mascarenhas

Foto: Raimundo Mascarenhas

Quem nunca brincou com um casal ao saber que já tem pelo menos três filhos e a mulher está gravida do quarto, perguntando se vai fazer um time de futebol? Pois bem, se alguém perguntou ao casal Irineu Cruz de Jesus, 38 anos, conhecido por “Chitão” e Jucicleide Peixoto da Silva, 32, certamente diria que sim, pois Chitão e Juci geraram uma quantidade correspondente a um time de futebol  e pode contar com um na reserva.

O casal e os doze filhos homens, todos menores de idade, residem no Bairro das Casas Populares em Conceição do Coité e o Calila Noticias com exclusividade narra esta história curiosa e muito rara, pois nascer 12 filhos, todos do sexo masculino, pode ser considerado algo extraordinário.

casal com 12 filhos homens em coité - foto- Raimundo Mascarenhas

Outro fato que chama a atenção é a letra “R” nas inicias dos nomes dos garotos  que deu entrada no cartório de registro civil do Fórum Durval Silva Pinto com: Robson ( 15 anos), Reinan ( 14) Rauan (13),Rubem (12), Rivaldo (11), Ruan (9), Ramon (8), Rincon (7), Riquelme (5), Ramirez (3), Railson (1 ano e cinco meses) e Rafael (5 meses).

O casal não pode descuidar, pois a mulher ainda não fez ligadura das trompas

O casal não pode descuidar, pois a mulher ainda não fez ligadura das trompas

Segundo a mãe dos garotos, ainda teve uma perca e também seria um menino, Jucicleide disse ao CN que ainda pode ter filhos, mas está encaminhando os papeis para fazer ligadura das trompas. “ Eu tenho certeza que se tentasse mais um para ver se vinha uma menina não conseguiria, vinha era outro menino”, falou a dona de casa.

O pai disse que os filhos são comportados e todos estudam ou estão em creche, Chitão como é mais conhecido o lavrador, disse também que costuma reunir a turma para aconselhar a todos para evitar trilhar no caminho errado, “até hoje não me dão trabalho, tenho chamado a atenção para não se envolver no caminho ruim, pois todo dia a gente  ver a violência e tenho alertado eles sobre o motivo disso tudo”, disse o patriarca.

Jucicleide perdeu o contato com a mãe quando tinha sete anos

Tinha sete anos quando viu a mãe pela última vez

Tinha sete anos quando viu a mãe pela última vez

Outra situação relacionada a dona de casa, mãe das 12 crianças é o fato de a mesma não ter contato com a mãe depois que fez  sete anos, e não é para dizer que a mãe mora tão distante, 25 anos sem ver a mãe que mora numa cidade praticamente da mesma região, Capela do Alto Alegre, no Território do Jacuípe, que está apenas 80 km de distancia de sua residência.

Segundo Juci, quando tinha sete anos, sua mãe conhecida por Elza de Manoel Peixoto deixou ela ir com uma tia morar na cidade de Pé de Serra, município vizinho a Capela e não mais foi buscá-la, e a tia a maltratava muito. Jucicleide contou ao CN que uma mulher moradora de Coité, e natural de Pé de Serra, conhecida por Maria Rezadeira  teria chegado na residência dos seus  para visitá-los e contou que havia sonhado com uma galeguinha sendo maltratada, o pai de Maria disse: o que você sonhou está acontecendo aqui em Pé de Serra, e passou a contar o drama da menina, Maria sensibilizada com a história que tinha a ver com seu sonho foi até a casa onde a galeguinha estava, ao chegar a residência teria encontrado a situação vista em sonho e depois de uma conversa pediu para levar a menina, a tia de Juci não colocou dificuldade e deu a então garotinha como doação e Maria Rezadeira que a levou pra Coité e nunca mais retornou aquela região e nem os familiares a procurou. Maria Rezadeira faleceu a cerca de seis anos, segundo informou Irineu e ele já estava morando com Juci.

O esposo de Juci disse ao CN que a cerca de doze anos esteve na residência da sogra para pegar seus documentos, pois precisava registrar os filhos e daquele dia para cá não mais teve contato, mas garante que está sem tempo por conta do trabalho, mas que pretende levar a esposa e os 12 netos para visitar a avó que não conhece nenhum.

Texto:fotos e vídeo Raimundo Mascarenhas

 



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.