bahia

terça-feira, 17 de junho de 2014 23:17

Coité – Dezenas de pessoas passam a noite no relento, a fim de pegar senha para fazer documentos no SAC Móvel

A conclusão de todas as pessoas que ali estão, é que se faz necessário a implantação de um SAC fixo na região sisaleira, pois, a unidade mais próxima está em Feira de Santana a 100 km e a unidade móvel não atende a demanda em apenas dois dias.

Na madrugada a temperatura deve atingir a uma marca inferior a 20º graus.

Na madrugada a temperatura deve atingir a uma marca inferior a 20º graus.

O Serviço de Atendimento ao Cidadão – SAC com sua unidade móvel está em Conceição do Coité realizando emissão de Carteira de Identidade, Antecedentes Criminais e Recadastramento de Pensionistas. Além de atendimento da Ouvidoria Geral do Estado e Cadastro de Pessoa Física (CPF).

A carreta está em frente a agência dos Correios na Praça da Babilônia desde o fim da tarde de segunda-  feira,16, mas só começou o atendimento nesta terça-feira,17, e vai permanecer durante todo dia de quarta- feira, depois de atender cerca de 250 pessoas.

A lavradora Maria Ilza no destaque, chegou às 14h para garantir uma senha.

A lavradora Maria Ilza no destaque, chegou às 14h para garantir uma senha.

O serviço oferecido pelo SAC tem sido muito importante, pois na grande maioria das cidades baianas ainda é  muito difícil o cidadão fazer os principais documentos, e quando isso ocorre implica na demora para  entregar.Com a deficiência, o Governo da Bahia criou o SAC Móvel que oferece praticamente todo serviço de  forma instantânea, mas a grande dificuldade passa a ser para se conseguir uma senha para tirar o documento.

Em Conceição do Coité, a terça-feira, por conta do jogo do Brasil, foi reduzida a quantidade de senhas, como estava agendado apenas dois dias, muita gente que não conseguiu senha, resolveu ir para o sacrifício de passar a noite no relento para garantir uma senha que será entregue a partir das 07h.

O serviço prestado pelo SAC é de primeira qualidade, mas até chegar aos servidores é preciso muito sacrifício.

O serviço prestado pelo SAC é de primeira qualidade, mas até chegar aos servidores é preciso muito sacrifício, como faz a lavradora Maria Ilza.

A lavradora Maria Ilza, 48 anos, moradora do Povoado de Gangorra, Conceição do Coité, disse ao Calila Noticias que chegou às 14h, ela teoricamente terá a senha número 1,depois dela teve outras pessoas que chegaram às 15h, 16h, e até por volta das 21h40 quando o CN esteve no local onde está instalado o SAC, já  havia pelo menos 15 pessoas, todas com o mesmo objetivo.

Dona Maria Ilza disse que vale o sacrifício,pois mais difícil é sair para Feira de Santana.” Se sair pra Feira é mais complicado, a gente perde o dia, gasta mais dinheiro com passagens e alimentação.Não é bom passar a noite, principalmente agora que já esfriou, mas é o jeito, preciso do documento,” disse a lavradora.

A expectativa é que até às 05h já tenha uma quantidade de pessoas superior a quantidade de senhas,que  segundo informações deve ser entregues 250.Dentre as dezenas de pessoas que já garantia a vaga, está uma mulher que disse ser moradora de Retirolândia.

A conclusão de todas as pessoas que ali estão, é que se faz necessário a implantação de um SAC fixo na região sisaleira, pois, a unidade mais próxima está em Feira de Santana a 100 km e a unidade móvel não atende a demanda em apenas dois dias.

O SINEBAHIA em Conceição do Coité atende o mesmo serviço, mas não entrega o documento em menos de 45 dias, inclusive algumas pessoas se queixaram do órgão, alegando que deram o nome, algumas delas no inicio do ano  e estão aguardando serem chamadas para fazer o documento e até o momento isso não aconteceu. O CN não conseguiu manter contato com o setor para esclarecer o fato, mas abre espaço de forma democrática para justificativa.

Raimundo Mascarenhas



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.