brasil

domingo, 01 de junho de 2014 19:55

Corpo do apresentador Maurício Torres é enterrado no Rio

Com passagens pela Rede Globo e SporTV, o jornalista trabalhava atualmente na TV Record.

mauricio torres

O corpo do apresentador e narrador Maurício Torres, que morreu na noite de sábado (31), aos 43 anos, foi sepultado na tarde deste domingo (1º), no cemitério São João Batista, no Rio de Janeiro. Familiares e ex-colegas de trabalho estiveram presentes para prestar uma última homenagem.

Mylena Ciribelli, amiga e colega de Torres, esteve presente no cemitério. “Ele estava achando que era uma dor na coluna. Estava com uma tosse chata. E depois descobriu que era uma bactéria. Parecia que ele iria sair, estavam todos otimistas. Ele falava: gente, eu tenho que sair daqui. A Copa está começando, tenho que gravar os programas”, afirmou Mylena ao R7.

O jornalista esportivo estava internado desde o último dia 1º de maio no Hospital Sírio Libanês, depois de sofrer uma arritmia cardíaca durante um voo entre Rio de Janeiro e São Paulo. Ele sofreu uma piora no quadro de saúde com uma infecção pulmonar. De acordo com o R7, o boletim médico oficial indicou que Torres teve falência múltipla dos órgãos e morreu no início da noite.

Com passagens pela Rede Globo e SporTV, o jornalista trabalhava atualmente na TV Record. Em comunicado, a Record lamentou a morte de Torres. Leia a íntegra do comunicado:

“A Rede Record lamenta profundamente a morte de seu apresentador e narrador esportivo Mauricio Torres.

Mauricio estava internado desde o dia 01 de maio no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, depois de passar mal durante um voo entre o Rio e São Paulo. O narrador teve várias complicações médicas e faleceu no início da noite deste sábado (31).

O apresentador chegou a Record em 2005 para as transmissões de futebol. Ele estreou na partida entre Brasil e Colômbia, válida pela fase final do Torneio Sul-Americano Sub-17, disputado na Venezuela. No mesmo ano participou dos programas “Terceiro Tempo” e “Debate Bola”.

Mauricio também esteve na equipe olímpica da Record nos Jogos de Inverno de Vancouver (2010), nos Jogos Pan-americanos de Guadalajara (2011), na Olimpíada de Londres (2012) e nos Jogos de Inverno de Sochi (2014).

Atualmente apresentava o “Esporte Fantástico” ao lado de Mylena Ciribelli e Cláudia Reis.

O Brasil perde um dos principais jornalistas esportivos do país e um dos mais promissores talentos de sua geração.

Maurício deixa esposa e uma filha de 8 anos.

Externamos nossa solidariedade e sentimentos aos familiares, amigos e fãs”.

Fonte: Correio24horas



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.