conceicao-do-coite

sábado, 07 de junho de 2014 18:27

Irmãos da jovem mãe de 12 filhos fazem surpresa ao chegarem a sua residência

Na próxima quarta-feira a expectativa está em torno da chegada de Juci a Capela do Alto Alegre que embora esteja numa distância de apenas 80 km de sua casa, são 25 anos, sem pisar seus pés.

Isabel (de vermelho) disse que a irmã não mudou nada em 25 anos.

Isabel (de vermelho) disse que a irmã não mudou nada em 25 anos.

Está previsto o reencontro de Jucicleide Peixoto, 32 anos, moradora do Bairro Casas Populares em Conceição do Coité e mãe dos 12 garotos que foram registrados com a letra R na inicial do nome, para a próxima quarta-feira, 11, na sua cidade natal Capela do Alto Alegre, mas a ansiedade de dois irmãos e a vontade de revê-la não foi possível  esperar, “ ficamos 25 anos sem vê-la e sem noticia, ao tomarmos conhecimento que ela estava aqui em Coité através do Calila, quatro a cinco dias ficou muito longe, meu irmão disse que não segurava mais a saudade e me chamou, e aqui estamos muito felizes por ter reencontrado ela e seu esposo com essa turma de sobrinho que a gente não sabia que existia”, contou Isabel Peixoto, 34 anos.

Isabel disse ao CN que a família não é tão grande, além de Juci, tem ela, seu irmão de 33 anos e outra, a mais velha Ceildes Peixoto, que mora no Rio de janeiro e que já está chegando para passar os festejos juninos em Capela e vai comemorar de forma especial reencontrado a irmã. Isabel quando estava sendo entrevistada pelo CN ao invés de falar da alegria de reencontrá-la,  falava da alegria de conhecê-la, pois quando Juci saiu de casa tinha sete anos e ela nove.

A irmã confirmou a versão contada desde o inicio por Juci que a mesma foi mandada para a casa de uma tia em Pé de Serra, era maltratada e a tia fez a doação para uma mulher de Coité (Maria Rezadeira).

Rogério irmão de Juci (de boné)  diz não ter nenhum filho, sugerido ao pai dos doze garotos  que deixasse ele levar um, Chitão como é conhecido disse que não, pois desfalcaria o time.

Rogério irmão de Juci (de boné) diz não ter nenhum filho, sugerido ao pai dos doze garotos que deixasse ele levar um, Chitão como é conhecido disse que não, pois desfalcaria o time.

Isabel disse que ficou surpresa e feliz pela quantidade de filhos da irmã mais nova, segundo ela sonhava em ter muitos sobrinhos, ela tem uma quantidade menor de filhos em relação a Juci, mas pode ser considerado para os dias de hoje muita gente, são no total de seis filhos, sendo quatro do sexo feminino e dois masculino. A irmã que está no Rio de Janeiro tem quatro filhos, (dois masculinos e dois femininos).

Falamos das três filhas de dona Elza Peixoto da Silva, 59 anos, que juntas lhe deram 22 netos, mas o único filho homem, o Rogério Peixoto, casado a nove anos, quantos filhos teve? O CN ficou surpreso com a resposta: nenhum. Segundo ele nunca quis filho. Sugerimos que adotasse um dos sobrinhos, filho de Irineu Cruz de Jesus, “Chitão” com Juci, mas o pai disse que não podia “desfalcar o time”. “ Um dia cheguei em casa tinha uma mulher me esperando para eu doar um menino, dê uma resposta que ela nunca mais quis falar comigo, revelou Chitão.

A noticia do casal com idade inferior a 40 anos que gerou 12 filhos todos do sexo masculino, e registrados com a inicial “R” ganhou repercussão muito grande, equipe da TV Aratu, Record, estiveram na residencia do casal gravando, Rede Bahia fez entrevista por telefone e exibiu reportagens com as fotos enviadas pelo Calila Noticias,  G1 também publicou ampla reportagem, e agora quem pretende propagar para o mundo a façanha do casal é um jornal da Inglaterra, um agente de noticia solicitou fotografias do CN e pegou o contato de Irineu.

Na próxima quarta-feira a expectativa está em torno da chegada de Juci a Capela do Alto Alegre que embora esteja numa distância de apenas 80 km de sua casa, são 25 anos, sem pisar seus pés. Juci garante que está muito ansiosa por esse momento.

Por: Raimundo Mascarenhas

Casal com idade inferior a 40 anos tem 12 filhos homens e todos com nome iniciado pela letra “R” 

Equipe da Record Bahia grava em Coité e Valente matérias de repercussão no Calila  

Repercussão da reportagem sobre casal que tem 12 filhos homens com nomes iniciado com a letra R, atrai equipes de TV

CN localiza família da mãe das doze crianças, que têm os nomes iniciados pela letra “R”

 

 

 



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.