politica

sábado, 28 de junho de 2014 03:54

Salvador – Convenção de Rui Costa com presença de Lula e Dilma reuniu cerca de 15 mil pessoas

Caravanas de praticamente todo estado marcaram presença.

convenção de rui -dilma.2

Com a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, da presidente Dilma Rousseff e do governador Jaques Wagner, foi realizado na última sexta-feira (27) a convenção que oficializou a coligação do PT/PDT/PP/PCdoB/PSD/PTB e homologou os nomes de Rui Costa(PT) para governador, João Leão (PP) como vice e Otto Alencar (PSD) senador. O ato aconteceu no Parque de Exposições, na Avenida Paralela, em Salvador e iniciou a 09h, reunindo um grande número de prefeitos, vice-prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, deputados federais, estaduais, senadores, ministros, lideranças comunitárias, sindicais, religiosas, movimentos juvenis, representantes de entidades e imprensa.

convenção de rui -dilma.publico

O evento homologou também as candidaturas majoritárias e deliberou sobre a nominata de candidatos proporcionais ou seja, deputados federais, estaduais e coligações, podendo assim ser pleiteado o registro dos candidatos à Justiça Eleitoral, com direito à propaganda eleitoral obedecendo aos prazos regulamentados na lei 9.504/97.

Rui entrega Programa de Governo a presidente.

Rui entrega Programa de Governo a presidente.

Na convenção foi lançado o Programa de Governo Participativo (PGP 2014), construído em processo capitaneado por Rui Costa, com participação de mais de 50 mil pessoas de todos os cantos da Bahia durante cinco meses. Neste período a caravana cobriu os 27 Territórios de Identidade do estado, incorporando propostas a partir da especificidade de cada região. Iniciada em janeiro e encerrada na última semana, a construção do PGP 2014 utilizou três estratégias de abordagem ou seja, plenárias territoriais, reuniões setoriais-temáticas e contribuições oriundas da participação digital, via internet, em e-mails, sites e redes sociais. Para Rui Costa, este programa tem a cara da Bahia e segundo ele, este conteúdo participativo será transformado em realidade de governo é um compromisso dos partidos coligados com a construção de uma Bahia cada vez mais democrática e transparente”.

Ele aproveitou a ocasião para entregar à presidente Dilma um exemplar do seu Programa de Governo Participativo, informando que ali estava o resultado da participação de mais de 50 mil pessoas de toda as regiões da Bahia, com as ações que pretende implementar, de forma prioritária, a partir de janeiro de 2015, quando assumir o governo estadual.

Contrariado os resultados da pesquisa, Rui disse que depois de ver aquele entusiasmo, está certo da vitória no 1º turno

Contrariado os resultados da pesquisa, Rui disse que depois de ver aquele entusiasmo, está certo da vitória no 1º turno

Num discurso emocionado, Rui Costa, voltou a declarar sua confiança em uma vitória sobre os adversários ainda no primeiro turno das eleições de outubro. Garantindo que os militantes foram participar da convenção sem receber dinheiro e sim por amor, confiança e agradecimento aos benefícios recebidos durante as administrações do ex-presidente Lula, da presidente Dilma Rousseff e do governador Jaques Wagner, Rui lembrou várias realizações do atual governo, como o Água para Todos, que segundo ele  deu acesso à água potável, de boa qualidade, a 4 milhões de baianos, além de cinco novas universidades federais na Bahia, a construção e recuperação de 8 mil quilômetros de estradas e a entrega de 180 mil residências próprias, até dezembro, pelo programa Minha Casa Minha Vida.

Num momento marcado pela emoção, Rui Costa chamou a esposa, Aline, para ficar ao seu lado, junto com duas filhas e uma sobrinha, e, ao encerrar seu pronunciamento, observou que quando sentar na cadeira de governador será a primeira vez que tal lugar será ocupado por um filho do bairro da Liberdade, região com predominância de baixa renda em Salvador.

convenção de rui - Lula3
O ex-presidente Lula convocou a militância de todos os partidos a sair às ruas durante esta campanha, para fazer política. “Porque precisamos deixar claro que se pode fazer política com moralidade, com seriedade. Hoje, no Brasil e em quase todo o Mundo, vivemos um momento de descrédito na política, parece que todo mundo é bandido. Temos que dizer que temos orgulho de fazer política, porque negar a política é a pior coisa que pode acontecer a um País. Porque a desgraça de quem não gosta de política, é ser governado por quem gosta”, alertou Lula.

Lula voltou a criticar os meios de comunicação de massa do Brasil, segundo ele nada de bom que p PT faz é mostrado

Lula voltou a criticar os meios de comunicação de massa do Brasil, segundo ele nada de bom que p PT faz é mostrado

Depois de citar números positivos das realizações do seu governo, de Dilma Rousseff e de Jaques Wagner, Lula salientou que é preciso fazer comparações com os governos anteriores, como forma de convencer as pessoas, “porque não temos o direito de permitir que haja retrocessos”. E exemplificou: “ Nós nos acostumamos a comer contra-filé e agora queremos passar a comer filé. Nós deixamos de viajar de pau de arara e precisamos nos acostumar a viajar de avião”.Por último, o ex-presidente lembrou que é preciso politizar a campanha e defender, nas ruas e nos bares e em todos os locais, o governo que mudou o Brasil e a Bahia.

A presidente Dilma Rousseff elogiou a composição da chapa majoritária encabeçada pelo deputado federal Rui Costa, citando as qualidades dos seus três integrantes e fazendo referências positivas a cada um deles. “Precisamos fazer, nesta campanha, o bom combate”, disse a presidente, para acrescentar: “E o bom combate é ir às ruas para eleger Rui, este competente homem, que esteve à frente das grandes obras realizadas na Bahia nos últimos anos, João Leão, responsável por trazer de volta a Fiol (Ferrovia de Integração Oeste-Leste) e Otto Alencar que, além de muito competente, é uma pessoa especial. Esse trio tem todas as credenciais para garantir que as conquistas de Wagner continuem e avancem na Bahia”.

Dilma disse que com Rui a Bahia vai continuar  em pleno desenvolvimento.

Dilma disse que com Rui a Bahia vai continuar em pleno desenvolvimento.

Ao se referir ao atual momento político do País, a presidente Dilma acusou seus adversários de estarem apelando para o ódio e para os xingamentos, “numa política desqualificada”. E alertou para o fato de que isto deve continuar, “porque quem não tem argumentos, apela para as mentiras e para os xingamentos. Eles disseram que não ia ter Copa, que os estádios não ficariam prontos, que o povo não conseguiria chegar aos estádios e que os aeroportos iriam se transformar num caos. E nada disso aconteceu, nada disso está acontecendo. Eles subestimaram até o povo brasileiro, que está dando um show de bola, dentro e fora dos estádios. Nós não temos que nos envergonhar deste País, assim como não temos que nos envergonhar desses últimos 11 anos. Porque fizemos muito em todo o Brasil e Wagner fez muito aqui na Bahia” disse a presidente.

Wagner  lembrou que de acordo com as pesquisas ele nunca seria Governador e ainda venceu no 1º turno

Wagner lembrou que de acordo com as pesquisas ele nunca seria Governador e ainda venceu no 1º turno

Ao usar da palavra, o governador Jaques Wagner chamou a atenção para a dimensão do evento e disse que a convenção marcou a força dos partidos que estão apoiando a chapa majoritária encabeçada por Rui Costa e exortou a militância presente a sair às ruas e usar as informações sobre as realizações dos governos federal e estadual para defender os nomes dos seus candidatos. “Quem tem argumentos, não precisa de xingamentos”, ensinou Jaques Wagner, acrescentando que a Bahia e o Brasil precisam continuar mudando, “mas olhando para a frente, não como um retorno ao passado”.

O governador ainda chamou a atenção dos participantes da convenção para um fato: “Aqui, nós estamos num grupo que é a esperança de uma vida melhor para os baianos, é portador de um futuro melhor. Porque nós fizemos muito, o que Lula e Dilma fizeram em 12 anos pelo Brasil e o que fizemos aqui, em 8 anos, na Bahia, precisa ser destacado e lembrado por todos nesta campanha”. E acrescentou que “quem não teve competência para fazer quando estava no governo, não tem competência para fazer quando puder”.

Otto lembrou das grande e históricas transformações do Governo petista.

Otto lembrou das grande e históricas transformações do Governo petista.

O candidato a senador, Otto Alencar (PSD), e o candidato a vice-governador, João Leão (PP), fizeram discursos salientando as transformações sociais e econômicas sofridas pela Bahia e pelo Brasil nas administrações de Lula, Dilma e Jaques Wagner. Leão observou que existia uma Bahia antes de Wagner e outra, agora, depois de Wagner e disse que a chapa majoritária encabeçada por Rui Costa irá realizar o sonho do povo baiano, de ampliar e avançar com essas conquistas.

Otto Alencar falou da sua grande emoção ao participar de um evento como aquele, “que é um marco da vitória nas eleições e que irá ajudar a ampliar as transformações sociais e econômicas que vi acontecer na minha Bahia a partir de 2003”. Como exemplos dos avanços sociais, ele citou programas como o Bolsa Família, “que tirou milhões de baianos da miséria”, e adiantou que, quando tomar posse no Senado Federal irá ter como prioridades iniciais dois projetos: a reforma da Lei de Responsabilidade Fiscal, especialmente o que se refere aos limites de despesas com pessoal, e a reforma do Código Penal, para dar mais agilidade e eficiência à Justiça”.

PCdoB levou grande caravana

PCdoB levou grande caravana

O evento reuniu mais de 15 pessoas, segundo os organizadores. Estiveram presente caravanas formadas por militantes dos partidos que fazem parte da coligação, dentre eles o PCdoB, que chegou com 500 “camaradas”, segundo o deputado federal e presidente da legenda no estado, Daniel Almeida. Eles entraram no parque de exposição pela área da EBDA, chamando atenção ao se aproximarem da área onde acontecia o ato.

Redação CN * fotos: Raimundo Mascarenhas



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.