politica

segunda-feira, 22 de setembro de 2014 14:59

Depois de 25 anos de emancipado, uma mulher natural de São Domingos sai candidata a deputada federal

A candidata com larga experiência nos movimentos sociais e sindicais aposta nesses setores para conquistar os votos necessários para sua eleição.

Candidata é muita próxima do Governo Federal.

Candidata é muita próxima do Governo Federal.

O Município de São Domingos, no Território do Sisal, não tem população tão grande, mas já teve o privilégio de ter um deputado estadual filho da terra, o Florisvaldo Carneiro. Agora,  com apenas 25 anos de emancipado, o Município pode ter mais uma vez uma representante, desta vez na Câmara Federal. A sindicalista Elisângela Araújo, em plena campanha concorre pelo Partido dos Trabalhadores – PT.

Elisângela Araújo disse ao CN que iniciou sua militância política aos 14 anos, tornando-se liderança da juventude e dos trabalhadores rurais do Território do Sisal e na década de 90, engajou-se em definitivo no movimento sindical rural estadual, tornando-se presidenta do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de São Domingos, hoje Sindicatos dos Trabalhadores da Agricultura Familiar (Sintraf), secretária de Organização Sindical da CUT/Bahia, diretora Executiva da Nacional da CUT/Brasil e em 2003 assumiu o escritório nacional da CUT em Brasília, dois anos depois, em 2005, foi eleita presidenta da Federação Nacional dos Trabalhadores/as da Agricultura Familiar (FETRAF/Brasil), sendo reeleita em 2009.

Elisângela no apoio a chapa governista.

Elisângela no apoio a chapa governista.

Sobre a campanha eleitoral, ele falou que está presente em todos os 27 territórios de cidadania e em 152 municípios, dos quais, os vinte do território do sisal.Falando sobre os apoiadores, Elisângela Araújo destacou o papel importante dos líderes sindicais engajados nos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais do território do sisal, onde conta com a maioria no fortalecimento deste projeto político.

A líder sindical aproveitou a equipe do CN e falou sobre alguns pontos que vem sendo discutidos na campanha, a exemplo da agricultura familiar onde vai defender a valorização, o fortalecimento e reconhecimento desta classe com geração de renda, produção de alimentos saudáveis livre de agrotóxicos, sistemas de produção ecologicamente sustentáveis e socialmente organizadas em associações e coo­perativas, com agroindústrias familiares e estratégicas de comercialização que priorize as cadeias curtas, aproximando os produtores/as dos consumidores.

Na passagem da Caravana de Rui por São Domingos.

Na passagem da Caravana de Rui por São Domingos.

No quesito reforma agrária, acesso à terra e regularização fundiária, Elisangela disse que defende o acesso à terra, a regularização da política fundiária. Disse também que vai estimular e fortalecer o cooperativismo da Agricultura Familiar na perspectiva da construção da sustentabilidade dos empreendimentos econômicos solidários promovendo a produção, a comercialização e os consumos solidários dos vários grupos de produção organizados no Estrado da Bahia.

Ela também demonstrou preocupação com o Semiárido baiano e vai trabalhar para garantir políticas de governo de convivências sustentáveis com o semiárido baiano para serem incorporadas às políticas públicas com permanente diálogo com os movimentos sociais e a sociedade civil organizada.

Para concluir, ela disse que no site da campanha tem os 13 compromissos que apontam a linha que vai nortear o mandato como deputada Federal.

Redação CN / fotos: Raimundo Mascarenhas



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.