bahia

terça-feira, 30 de setembro de 2014 16:41

“Eu pedi o telefone, ele não queria dar”, diz ladrão após balear homem para roubar celular

O acusado afirmou que estava devendo R$ 500 devido à dívida de drogas.

O acusado afirmou que estava devendo R$ 500 devido à dívida de drogas.

O acusado afirmou que estava devendo R$ 500 devido à dívida de drogas.

Um homem foi preso acusado de balear um passageiro dentro de um ônibus na capital baiana. Wagner Carneiro Costa, 24 anos, atirou no homem para roubar um celular próximo à Estação Pirajá. Ele disse que não teve intenção de atirar, e que quando engatilhou, a arma disparou.

O acusado afirmou que estava devendo R$ 500 devido à dívida de drogas.

— Eu fui roubar mesmo por necessidade.

A mulher da vítima disse na delegacia, que estava com o marido e o filho no coletivo quando o bandido atirou. Ela afirmou que o ladrão baleou o marido primeiro e depois pediu o celular.

— Meu filho presenciou tudo. Situação muito triste, nunca passei por isso.

O homem disse que a esposa da vítima estava mentindo e que pediu primeiro o celular.

— Eu pedi o telefone, ele não queria dar. Na hora que eu puxei [gatilho], larguei sem querer o “cachorro” e baleou ele, aí ele pegou o celular e me deu. Foi um acidente.

O delegado disse que o acusado usou, ainda, um crachá falso como vigilante para entrar no ônibus.

Redação: CN*Informação: R7



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.