bahia

terça-feira, 16 de setembro de 2014 15:54

Faltando 20 dias para as eleições, Paulo Souto intensifica ataques ao PT

Nós batalhamos seguidamente e trouxemos fábricas para vários municípios dessa região, que agora estão indo embora por causa da negligência e omissão petistas”, atacou.

Paulo Souto

Paulo Souto

Faltando 20 dias para as eleições, o postulante ao governo baiano pelo DEM, Paulo Souto, tem reforçado ainda mais os ataque ao PT em entrevistas, comícios e caminhadas pelo interior do Estado.

Em primeiro lugar nas pesquisas, que apontam uma possível vitória no 1º turno, o democrata garantiu em entrevista à Rádio Sociedade, na manhã de ontem, que, caso eleito, vai melhorar a segurança, a saúde e a disponibilização dos serviços públicos baianos, alguns criados por ele e que teriam sido abandonados durante a gestão petista. “O SAC – Serviço de Atendimento ao Cidadão vai voltar a ter o padrão de qualidade e excelência de quando foi criado em 1995”.

“A decadência atual do SAC reflete o fracasso do governo petista, que foi incapaz em quase oito anos de proporcionar aos baianos serviços públicos com qualidade”, afirmou.

Na área da saúde, o candidato disse que a situação é “mais grave do que se imagina”, uma constatação que tem sido feita por ele nas viagens pelo interior.

Souto garantiu que vai melhorar o quadro com a compra de vagas nos hospitais filantrópicos e privados, além tornar eficiente a central de regulação, sistema de controle de oferta e procura dos serviços públicos de saúde.

“As pessoas estão com verdadeiro pavor da central de regulação. Para a urgência do problema, é preciso gerir com mais eficiência os leitos dos hospitais estaduais, assim comocomprar vagas nos estabelecimentos hospitalares filantrópicos e privados, porque a construção de novos hospitais demanda tempo”.

No quesito segurança, prometeu fortalecer a confiança das polícias com o governo, que teria sido abalada com as duas greves que ocorreram na gestão Jaques Wagner, e assumiu o desafio da integração policial, com a formação de forças-tarefas para o combate ao crime organizado.

No último domingo, ele esteve em Conceição do Coité, onde atribuiu ao governo petista o fechamento da fábrica de calçados Via Uno na semana retrasada.

“Vocês não sabem o esforço que fiz, porque ninguém acreditava que a Região do Sisal pudesse sediar indústrias. Nós batalhamos seguidamente e trouxemos fábricas para vários municípios dessa região, que agora estão indo embora por causa da negligência e omissão petistas”, atacou.

Já no município de Caetité, o candidato da coligação “Unidos pela Bahia” criticou o atraso na construção da Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol) e do Porto Sul, cujos cálculos dele, apontam que com o atraso, R$ 5 bilhões deixam de entrar na economia do estado.

Segundo o ex-governador da Bahia, “a incapacidade do PT de lutar pelos interesses dos baianos em Brasília” tem afetado todos os cidadãos baianos. “Vamos trabalhar para que esses importantes projetos se tornem, enfim, realidade. Não é só Caetité e região que ficam prejudicadas com a incapacidade do governo do PT de lutar pelos interesses baianos em Brasília. É toda a Bahia”, disse o candidato do DEM.

“Maldita era petista” –Tachado pelos adversários como continuação da “era do carlismo”, o democrata já intitula o governo atual de “maldita era petista” e garante que com ele o povo baiano voltará a “se orgulhar de sua terra”. O termo foi usado pelo candidato no comício na sua terra natal, Caetité.

“Com a nossa eleição, minha, de Geddel e dos deputados de nossa coligação, tenho certeza, a Bahia vai voltar a andar para frente, recuperar o tempo perdido nesta maldita era petista, que tem data marcada para acabar, o próximo dia cinco de outubro”, vociferou. O democrata passou ainda pelos municípios de Monte Santo, Santa Maria da Vitória, Coribe e Retirolândia.

o democrata se reúne com a equipe de campanha na capital e concede entrevista ao telejornal Bahia Meio Dia, da TV Bahia. Ele é segundo entrevistado.

Ontem foi o petista Rui Costa. Às 17 horas, Souto concede entrevista ao programa Brasil Urgente, da Band e à noite s e reúne com lideranças políticas em Salvador.

Redação: CN*Informação: Tribuna da Bahia



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.