politica

terça-feira, 30 de setembro de 2014 17:48

Otto diz em vídeo que não precisa de votos de PMs; ele fala em ‘desespero’ de Geddel

Otto diz que divulgação do vídeo é desespero de Geddel que transformou a disputa no vale tudo. Mas o vídeo realmente aparece a fala de Otto dizendo que não precisa dos votos.

O vídeo chegou para milhares ou milhões de pessoas.

O vídeo chegou para milhares ou milhões de pessoas./reprodução Bahia Noticias

Um vídeo em que o candidato ao Senado Otto Alencar (PSD) afirma que “não precisa de votos” dos policiais militares nem dos professores foi espalhado pelo aplicativo WhatsApp. No trecho de um minuto e 20 segundos, o vice-governador declara aos interlocutores que não está ali para pedir para ninguém votar nele. “Não preciso do voto de policial militar, de ninguém. Do professor, nenhum deles”, declara.

“Eu sou julgado pelo povo. Sem bater na porta de ninguém para pedir voto (…) Estou aqui como cidadão, como homem, como uma pessoa que quer ver e sai daqui preocupadíssimo com a situação que vocês me colocam”, justifica. Em postagem no Facebook, o candidato repudia a atitude “baixa” e “eleitoreira” de divulgar uma fala dele “completamente fora de contexto”, em uma “tentativa de ludibriar e confundir o eleitor”. “As imagens são de uma reunião, na qual tomei a iniciativa de tentar evitar a greve e falei que faria qualquer sacrifício para que não houvesse a paralisação, não por demagogia em busca de votos, mas porque a segurança da população estava acima dos meus interesses pessoais e em toda minha vida priorizei o interesse coletivo. Sempre tive muito respeito pelos professores e policiais”, responde.

Otto diz ainda que o desespero do adversário na disputa ao Senado, Geddel Vieira Lima (PMDB) se “transformou em um vale tudo” e pediu aos seguidores que “fiquem atentos para manobras, deturpações, montagens e, em dúvida, se dirijam a meu site ou comparem o meu comportamento com o dele”.

Fonte: Bahia Noticias



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.