bahia

terça-feira, 02 de setembro de 2014 13:25

Paulo Souto pretende encontrar forma de pagar URV

Paulo Souto lembrou que resolveu um problema semelhante com a gratificação policial não paga em determinado momento, dialogando com as representações dos policiais.

 

candidato a governador, Paulo Souto, da coligação “Unidos pela Bahia”

candidato a governador, Paulo Souto, da coligação “Unidos pela Bahia”

O candidato a governador, Paulo Souto, da coligação “Unidos pela Bahia”, reconheceu a obrigação do pagamento pelo estado da URV aos servidores públicos. “Em conjunto com as entidades representativas do funcionalismo, se eleito, pretendo tomar conhecimento do valor do débito e, de acordo com a capacidade financeira do estado, encontrar meios de saldá-lo”, afirmou, durante a Sabatina com os Candidatos ao Governo do Estado, promovida pela Federação dos Trabalhadores Públicos do Estado da Bahia (Fetrab) e Associação dos Funcionários Públicos do Estado da Bahia, na manhã de terça-feira (02).

Paulo Souto lembrou que resolveu um problema semelhante com a gratificação policial não paga em determinado momento, dialogando com as representações dos policiais. “Não era uma dívida do montante da URV, mas encontramos os meios de pagá-la numa negociação transparente dentro das condições financeiras do estado na época”, disse. Em apresentação de estudo encomendado pela Fetrab, o professor Antonio Ribeiro expôs um quadro pouco alvissareiro da situação financeira do estado da Bahia, durante o evento. “É preocupante o fato de as receitas não cresceram na velocidade das despesas nos últimos anos”, observou o técnico depois de elencar uma série de dados que revelaram o descompasso entre as receitas correntes, que aumentaram 64,%, e as despesas correntes, que cresceram 77,2%, no período de 2008 a 2013.

Redação: CN*Informação: R7



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.