educacao

terça-feira, 16 de setembro de 2014 23:34

Professores encerram greve em Valente; retorno às aulas acontece neste quarta

Os dias paralisados serão acrescidos ao calendário letivo vigente no município para garantir o cumprimento da carga horária mínima exigida em lei.

fim da greve em valente

Em Assembleia Geral realizada na última terça-feira (16) os trabalhadores da educação municipal de Valente decidiram retornar às suas atividades normais de trabalho a partir desta quarta-feira(17).

A categoria reivindicava três pontos básicos que, depois de 13 dias em greve, conseguiram negociar com o poder Executivo municipal. Os professores conquistaram o direito à portaria de lotação funcional com agenda acordada para etapas deste processo até final de novembro/2014, prazos foram firmados para estudos da eleição para dirigentes escolares e também tiveram o reconhecimento da carga horária prevista na Lei Nacional do Piso do Magistério com 13 aulas (máxima) semanais para atividades diretas com alunos (professores do funamental II) com pagamento, a partir do mês vigente, das horas extras trabalhadas e elevação de 10% para 15% do percentual de AC destinado aos professores em atividades nas séries de educação infantil e fundamental I.

Ainda foi prometida aos professores a possibilidade de retroagir o pagamento das horas extras para todo o ano letivo de 2014 mediante estudos de viabilidade de recursos.

O presidente do SISEV (Sindicato dos servidores públicos municipais), o professor Glaibson Santos, ressaltou a importância das conquistas da categoria e enfatizou que os benefícios serão consolidados após os planejamentos e ações agendadas com a Secretaria de Educação. O presidente ainda falou da coesão de forças apresentada pela categoria, a qual demonstrou grande crescimento no entendimento da formação sindical: “os professores estão cada dia mais reconhecendo a importância da luta de classe e do sindicato. Isso está fortalecendo a classe trabalhadora no município e, certamente, muitas melhorias para a classe serão alcançadas desde que o trabalho e luta em equipe continue aumentando”.

Os dias paralisados serão acrescidos ao calendário letivo vigente no município para garantir o cumprimento da carga horária mínima exigida em lei.

 



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.