educacao

sábado, 07 de fevereiro de 2015 01:53

Deputados, prefeitos, reitores e representantes de Territorios conhecem Projeto da UFNB apresentado em Serrinha

O ato reuniu na UNEB Campus XI em Serrinha Representantes dos territórios da Bacia do Jacuípe, Litoral NorteAgreste Baiano, Semiárido Nordeste II e Sisal.

apresentação do projeto da ufnb-11-foto-raimundo-mascarenhas

O projeto acadêmico da Universidade Federal do Nordeste da Bahia (UFNB) foi apresentado durante evento organizado por uma comissão interritorial na manhã de sexta-feira (06) no auditório do Campus XI da UNEB, na cidade de Serrinha. O evento reuniu reitores das universidades federais da Bahia, prefeitos, seis deputados estaduais, dois federais, lideranças e representantes dos movimentos sociais dos quatro territórios que serão beneficiados com a nova universidade, ou seja, Bacia do Jacuípe, Litoral NorteAgreste Baiano, Semiárido Nordeste II e Sisal.

Auditório não comportou a quantidade de pessoas que foi conhecer o andamento do projeto.

Auditório não comportou a quantidade de pessoas que foi conhecer o andamento do projeto.

Elaborado por uma comissão da UFRB e supervisionado pelo professor Geraldo Costa, o projeto prevê a instalação de campus nas cidades de Riachão do Jacuípe, Ipirá, Alagoinhas, Esplanada, Serrinha, Santa Luz, Ribeira do Pombal, Cícero Dantas e Jeremoabo. A luta pela criação da UFNB mobilizou milhares de pessoas em mais de 25 audiências públicas nos municípios do nordeste baiano.

apresentação do projeto da ufnb-3-foto-raimundo-mascarenhas

O reitor da UNEB/Serrinha, José Bites de Carvalho, mostrou-se entusiasmado com todo o processo já encaminhado e ao falar para o CN, lembrou que a criação de uma universidade no interior não é uma tarefa fácil e que a mobilização popular e o apoio político são fundamentais. “A luta popular conquistou a UFRB, a maior Universidade entre as recentes criadas por esse governo”, afirmou.

José Bites apoio total a implantação da UFNB

José Bites apoio total a implantação da UFNB

Ele disse também que o processo de mobilização para criação da UFRB foi, até hoje, a maior mobilização pela educação que o Brasil presenciou. “Os povos dos Territórios do Nordeste já nos superaram. Esse o caminho”, continuou.

Segundo Bites, a universidade será implantada em uma região com mais de 62 mil Km quadrados, onde moram aproximadamente dois milhões de pessoas, distribuídos em 74 municípios.A área é maior que o estado de Sergipe e trata-se de uma questão de reparação por conta do governo federal.

“A luta é por uma universidade que atenda as necessidades dos jovens de uma região imensa de nosso estado, que apresenta urgência de suprir a lacuna no ensino superior em âmbito federal. É a única mesorregião do nordeste brasileiro que não possui um campus de universidade federal”, reforçou o reitor. Ainda segundo José Bites, apenas 15% dos jovens brasileiros de 18 a 24 anos estão no nível superior e essa realidade pode e deve ser mudada também através de movimentos legítimos, como o que aconteceu no Recôncavo e acontece agora no Nordeste da Bahia.

O evento reuniu as principais autoridades do setor de educação e política do Nordeste da Bahia.

O evento reuniu as principais autoridades do setor de educação e política do Nordeste da Bahia.

Participaram do evento os reitores da Universidade Federal do Oeste, Iracema Veloso, Universidade Federal do Vale do Rio São Francisco, Julian Neli Tolentino de Lima, UNEB, José Bittes de Carvalho, Universidade Estadual do Sudoeste Paulo Roberto Pinto Santos, do Instituto Federal Baiano, Giovane Barbosa do Nascimento e os pró-reitores de graduação da Universidade Estadual de Santa Cruz, Elias Lins e de graduação da Universidade Federal da Bahia, Penildon Silva Filho.

No final do evento foi assinado um documento pelas autoridades presentes solicitando audiência ao governador da Bahia, Rui Costa, e, ao ministro da Educação, Cid Gomes para apresentação do projeto.

Osni Cardoso prefeito de Serrinha e presidente do CONSISAL

Osni Cardoso prefeito de Serrinha e presidente do CONSISAL

O prefeito de Serrinha e presidente do CONSISAL, Osni Cardoso, em seu pronunciamento, disse que todos devem continuar se reunindo e que ainda estava indefinida a cidade será instalada no território do sisal. “Não devemos desistir da luta. Vamos consolidar a universidade, uma luta de todos nós”, falou Cardoso. A presença de seis deputados estadual e dois federais chamou atenção de Osni Cardoso, numa demonstração da força do movimento.

Após três dias depois de tomarem posse, seis deputados estaduais e dois federais participaram da audiência pública.

Joseildo disse que a mobilização está feita e a vontade da implantação da UFNB já é de conhecimento de todas autoridades.

Joseildo disse que a mobilização está feita e a vontade da implantação da UFNB já é de conhecimento de todas autoridades.

Um dos principais articuladores da campanha pela implantação da UFRB, projeto elaborado por uma comissão coordenada pelo professor Geraldo Sampaio, o deputado Joseildo Ramos (PT), presente em Serrinha e entusiasmado com a conclusão do projeto, disse ao CN que era o evento de Serrinha era mais uma etapa da caminhada que estava trilhando de forma coletiva. Segundo ele, o projeto prevê uma universidade multicampi, com colégios universitários e que representa na sua essência a interiorização do ensino superior federal.

Joseildo lembrou também que o projeto, apesar de elaborado pela equipe da UFRB, é o retrato da mobilização popular em torno da criação da UFNB. “É um projeto feito por muitas mãos e que tem na sua essência os anseios de milhares de pessoas que participaram de mais de 20 audiências públicas em diversos municípios de nossa região”, pontua.

Neusa Cadore prometeu continuar a luta para consolidar o sonho da Universidade na Região Nordeste da Bahia.

Neusa Cadore prometeu continuar a luta para consolidar o sonho da Universidade na Região Nordeste da Bahia.

Para Neusa Cadore (PT), a UFNB irá favorecer o desenvolvimento dos territórios da Bacia do Jacuípe, Sisal, Litoral Norte e Semiárido Nordeste II. “A UFNB será fundamental para que essa região continue a trilhar o caminho do desenvolvimento, para que cada jovem, mulher, adulto, possa ter acesso ao mundo do conhecimento, à tecnologia e sejam capazes de produzir as mudanças e com isso garantir a redução das desigualdades sociais e o desenvolvimento pleno de uma região sofrida e desafios grandes”, disse.

Alex disse que o caminho é regionalizar tudo que é para o benefício do povo

Alex disse que o caminho é regionalizar tudo que é para o benefício do povo

Para o deputado Alex Lopes, mais conhecido por Alex da Piatã (PMDB), as manifestações populares foram muito importantes para a concretização desta luta e a realização do evento significou um dia importante para o desenvolvimento regional. “Durante a campanha eleitoral pregamos muito a regionalização da educação, saúde, indústrias, enfim essa será uma das bandeiras do nosso mandato”, falou o parlamentar. Para fortalecer esse debate na ALBA, Alex falou do seu trabalho para criação de uma comissão especial de desenvolvimento regional.

Marcelino Galo

Marcelino Galo

O deputado estadual Marcelino Galo (PT) comemorou a apresentação do projeto de implantação da UFNB e lembrou as audiências públicas nos quatro territórios de identidade, que envolve 74 municípios, além da audiência na Assembleia Legislativa e de consultas populares, a professores e reitores de Universidades Públicas. Ele destacou a importância da educação superior para a ocupação e desenvolvimento do Nordeste do estado e ressaltou a importância da união mobilizadora para que o projeto seja aprovado pelo Ministério da Educação e encaminhado à Câmara dos Deputados.

Fátima como boa sertaneja pediu para o povo levantar e cantar.

Fátima como boa sertaneja pediu para o povo levantar e cantar.

A deputada Fátima Nunes (PT), afirmou que a apresentação do projeto foi uma etapa fundamental e de iniciativa popular, com muitas passeatas, audiências públicas, ou seja, uma luta histórica da Bahia.

Gika deputado anfitrião disse que não medirá esforços para consolidação desse projeto.

Gika deputado anfitrião disse que não medirá esforços para consolidação desse projeto.

O deputado Gika Lopes (PT), pediu aos prefeitos que tenham bom senso na escolha do município onde será implantado a UFRB e lembrou do esforço que fez para seus filhos estudarem em Salvador. “Com a universidade na região não vamos fazer tanto sacrifício para mandar nossos filhos e netos para Feira ou Salvador”,lembrou.

Na esfera federal estiveram presentes o deputado Afonso Florence que garantiu se mobilizar em Brasil para concretização do projeto e levar o assunto até a presidente Dilma Rousseff e Moema Gramacho disse que manterá contato co toda bancada baiana para se engajarem nesta luta.

Redação CN * fotos: Raimundo Mascarenhas



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.