saude

segunda-feira, 19 de outubro de 2015 21:51

Alex da Piatã ressalta importância do trabalho conjunto com secretários municipais de Saúde para prevenção do Câncer

Para o político, são nas unidades locais que ocorrem o primeiro contato com os doentes e são nas bases a possibilidade de ações mais eficazes para prevenção.

O deputado Alex da Piatã (PMDB), em discurso na manhã desta segunda-feira (19), no I Ciclo de Debates sobre Câncer de Mama para Parlamentares da Bahia, ressaltou a necessidade de um trabalho conjunto das entidades voltadas à prevenção do Câncer no estado, junto com a Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, no sentido de realizar ações com os secretários de Saúde do interior. Para o político, são nas unidades locais que ocorrem o primeiro contato com os doentes e são nas bases a possibilidade de ações mais eficazes para prevenção.
“Eu fui secretário de Saúde em Conceição do Coité, antes de ser deputado, e sei que o primeiro contato com o doente é feito na cidade. Acho que um conjunto de ações que envolva os secretários pode ajudar na prevenção e no diagnóstico”, disse.
ALEX ALBA
Alex também ressaltou a importância da Assembleia Legislativa em legislar a respeito do tratamento. O político acredita que se pode determinar a diminuição do tempo de espera do tratamento nas clínicas e hospitais conveniadas pelo SUS e citou o Projeto de Lei Fila Zero, de sua autoria, que visa garantir o tratamento em até 72 horas aos portadores de Câncer.
O PL 21.074/2015 visa alcançar pessoas portadoras de doenças graves, “proporcionando um mínimo de dignidade, eliminando as filas para realização de exames de Radioterapia, Quimioterapia e Ressonância Magnética, no atendimento aos pacientes dos hospitais públicos estaduais e dos conveniados com o Sistema Único de Saúde – SUS, no prazo máximo de setenta e duas horas”, argumentou.
A sessão que marcou o Ciclo sobre Câncer de Mama foi presidida pelo deputado Alex da Piatã e contou com a organização da Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama), junto com a Assembleia Legislativa da Bahia e o Núcleo Assistencial para Pessoas com Câncer (Naspec), ONG associada da Femama na Bahia.
Fonte: Assessoria Parlamentar


COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.

  • + LIDAS