colunas

quarta-feira, 21 de outubro de 2015 15:34

Deus me esqueceu? Dom Itamar Vian

Mesmo os acontecimentos mais negativos tem ângulos luminosos se os soubermos ver.

Maria Ângela, de 19 anos, vivia um verdadeiro inferno astral. Aparentemente tudo estava contra ela. Fora mal numa prova na universidade, acabara com o namoro, sua melhor amiga ia morar em outra cidade e sua dieta parecia não dar certo. A jovem era só lamentações: “Ninguém merece isso. Acho que Deus me esqueceu?”

Sua mãe passou a mão sobre a cabeça da filha. Tentando melhorar a situação, sorriu e disse: as lágrimas ajudam a retina dos olhos; eles ficam mais bonitos e límpidos. E convidou a filha: vamos para a cozinha, um pedaço de bolo lhe fará bem. Conhecendo as habilidades da mãe, Maria Ângela enxugou as lágrimas e lavou o rosto. Você gosta dos bolos que eu faço, quis saber a mãe? Claro: são maravilhosos, ninguém faz bolos mais saborosos.

Sentaram à mesa e – aparentemente – não havia bolo nenhum. A mãe levantou-se e trouxe algumas colheradas de azeite e convidou a filha a bebê-las. Que horror, mãe! Impassível, a mãe continuou: agora coma dois ovos crus! Que nojo, mãe! Depois foi a vez do sal, do açúcar, da baunilha e outras essências, do chocolate, do leite… Tudo na medida certa.

DEPOIS de um pequeno tempo de suspense, a mãe abriu a geladeira e lá estava o bolo, cujos ingredientes havia enumerado. E explicou à filha: “assim é a vida. Há momentos de tristeza, de dúvidas e desencanto. Não tenha pressa, deixe o tempo correr. Aos poucos as coisas clareiam. Haverá um novo exame, um novo namorado, uma nova amiga e uma dieta que resolva. Muitas vezes a paciência é a única solução para males sem solução. E você voltará a sorrir”.

Mesmo os acontecimentos mais negativos tem ângulos luminosos se os soubermos ver. Importante não ter excessiva pressa. Deus tem paciências infinitas. Depois da tempestade vem a bonança, depois da chuva o sol, depois da luta a vitória. Nossa vida pode ser comparada a um filme ou livro: o importante é que tenha um final feliz.

São Paulo, com um largo currículo de decepções, derrotas físicas e morais e de sofrimentos, declarou: “tudo contribui para o bem daqueles que amam a Deus. (Rm 8,28). E Jesus diz: Coragem não tenham medo, eu estou todos os dias com vocês (Cf. Jo. 16,33). Nossos horizontes são muito pequenos, mas Deus vê longe. Ele nos procura sempre onde estamos e não onde deveríamos estar. Ele junta nossos insucessos e faz um bolo maravilhoso.

+ Itamar Vian

Arcebispo Metropolitano

 



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.

  • + LIDAS