bahia

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015 16:43

Governo da Bahia apresenta projetos contra o Aedes aegypti ao Ministério da Saúde

Um destaque do pacote de medidas é a aplicação de um repelente que poderá ser usado em tintas de pintar residências e em peças de roupa.

1056ec2c-168a-401e-ad35-e4884c77dcbe
As iniciativas para combater o mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya, o Aedes aegypti, vão ser ampliadas na Bahia. Nove projetos, entre novos e os que serão expandidos, foram apresentados pelo secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, ao ministro da Saúde, Marcelo Castro, e ao secretário nacional de Vigilância em Saúde, Antônio Nardi, nesta quarta-feira (23), em Brasília. Para a implementação desses projetos, serão necessários R$ 47 milhões.
Vilas-Boas explicou as frentes de atuação: combate ao vetor, combate ao vírus, assistência aos infectados e projetos de pesquisa que podem ter resultados em médio prazo. “O ministro, assim como o secretário, se mostrou bastante receptivo ao financiamento de parte desses projetos e à ampliação das ações de assistência à saúde que nós devemos fazer em todo o estado da Bahia”, avaliou o secretário da Saúde.
Um destaque do pacote de medidas é a aplicação de um repelente que poderá ser usado em tintas de pintar residências e em peças de roupa. “Queremos imediata aplicação desse projeto. O repelente estará envolvido numa nanopartícula. Poderemos transformar qualquer tipo de peça de roupa numa roupa à prova de mosquito”, acrescentou.
Vilas-Boas destacou ainda a parceria que está sendo feita com a Secretaria de Educação da Bahia para desenvolvimento de projetos educacionais contra o Aedes aegypti. Livros, testes recreativos e educacionais para estudantes dos ensinos básico e fundamental estão incluídos nesta ação integrada.
A Bahia também projeta uma ampla distribuição de teste rápido para diagnóstico de dengue, chikungunya e, “por exclusão, da zika”, doença associada ao aumento de casos de microcefalia no país. Com uma única gota de sangue será possível a checagem.
Lista de projetos apresentados ao Ministério da Saúde:
1. A Educação Infantil no Combate ao Mosquito Aedes Aegypti, transmissor das Arboviroses: Dengue, Chikungunya e Zika.
2. Teste Rápido para Diagnóstico de Chikungunya em áreas de surtos e epidemias.
3. Uso de Pulverizadores Costais para prevenção e o controle de Dengue e Chikungunya na Bahia.
4. Rede de Mobilização Social para a Prevenção e Controle da Dengue e Chikungunya.
5. Avaliação do Impacto da Aplicação de Roupas Repelente de Mosquito na Prevenção da Ocorrência de Zika, Dengue e Chikungunya em Gestantes nos três períodos gestacionais.
6. Aplicação de Inseticida Repelente de Mosquitos Misturados em Tinta de Pintura Residencial com Ação Residual Prolongada de 4 anos.
7. Uso do Aedes Transgênico – PAT no Município de Jacobina-BA para redução populacional do Aedes aegypti.
8. Intervenção em Reservatórios de água para prevenção e o controle do Aedes Aegypti para Municípios Baianos em Situação de Tripla Epidemia.
9. Organização da Rede de Atenção ao paciente com suspeita de Dengue, CHIK e DEI/ZIKA.

ASCOM


COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.

  • + LIDAS