politica

quarta-feira, 23 de março de 2016 10:15

Alex Lima pede equilíbrio diante da polarização política nacional

Lima ainda definiu o atual momento como 'um caos político' e alertou para as recentes ameaças à democracia.

Alex Lima pede unidade ao invés de rivalidade.

Alex Lima pede unidade ao invés de rivalidade.

Preocupação com o acirramento do embate politico no país, o deputado estadual Alex Lima (PTN) usou a tribuna na terça-feira (22) para pedir equilíbrio à Casa e aos baianos para atravessar a crise política e conservar a democracia conquistada no país. “É impressionante a quantidade de ódio disseminado nos últimos dias, que nada contribui para o amadurecimento da nossa tão jovem democracia. As coisas estão fora da racionalidade. O país está mergulhado na crise e a classe politica insiste no debate politico partidário. Não podemos brigar como se estivéssemos ainda em cima do palanque. A intolerância chegou a tal nível que os militantes estão partindo para confronto. Precisamos de equilíbrio para construir dias melhores”, disse o deputado.

Alex Lima ainda definiu o atual momento como ‘um caos político’ e alertou para as recentes ameaças à democracia. “Se analisarmos o processos histórico brasileiro vamos encontrar em diversos momentos o que estamos vivendo atualmente. Os homens públicos, a imprensa e toda sociedade precisam colocar o país acima de qualquer interesse para que possamos resolver a situação que tem nos levado ao caos politico, econômico e social”, alertou.

O deputado ainda citou uma crise de representatividade brasileira ao citar a pesquisa divulgada pela Data Folha, na qual 60% dos brasileiros afirmaram que o vice-presidente Michel Temer (PMDB), faria uma gestão igual ou pior que a atual. “Quando pedem o impedimento de uma presidente, eleita com 50 milhões de votos, na qual o sucessor natural não desperta na população esperança de dias melhores. É, sem dúvidas uma crise de representatividade”, afirmou, ressaltando a necessidade de um pacto político. “Essa crise vem sendo alimentada desde o final de 2014, mas agora está na hora de todos chegarem a um denominador comum para estancar essa crise. Não podemos alimentar um sentimento de ódio e vingança”, disse.



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.