educacao

terça-feira, 08 de março de 2016 09:22

Coité – CENEB cobra das autoridades condições de trabalho

O problema do atraso nos salários dos servidores acarreta uma série de entraves que inviabilizam o desenvolvimento do trabalho na escola.

O CENEB-Centro Noturno de Educação da Bahia, criado pelo Decreto nº 14.532 de 06 de junho de 2013, com o propósito de atender aos estudantes trabalhadoras e trabalhadores do Ensino Médio, da Educação de Jovens e Adultos – EJA e de Educação Profissional, articulada ou integrada à Educação de Jovens e Adultos, dos diversos níveis e modalidades da rede pública estadual de ensino, inclusive por alternância busca suprir as necessidades educacionais do aluno trabalhador, e atualmente funcionando nas instalações do Colégio Polivalente de Conceição do Coité com mais de 500 alunos matriculados, está passando por problemas para se manter em funcionamento, pois toda a comunidade escolar encontra-se sem condições mínimas para efetivo exercício.

O agente de portaria e demais funcionários estão com os salários atrasados, por este motivo não comparecem ao trabalho. O problema do atraso nos salários dos servidores acarreta uma série de entraves que inviabilizam o desenvolvimento do trabalho na escola. Desde a sua criação, o CENEB de Coité não tem suas necessidades básicas atendidas pelas autoridades competentes. O problema com a segurança é o mais preocupante, uma vez que a unidade escolar recebeu uma demanda enorme de alunos de diferentes bairros da cidade e não dispõe de agente responsável pela segurança, no entanto, qualquer pessoa pode adentrar ao local e colocar em risco a vida de todos que lá estão.

reunião ceneb

Em reunião na última segunda-feira, 07, realizada pelos professores, alunos e demais pessoas interessadas foi discutida a real situação da unidade: orçamento mínimo, falta de segurança, falta de material didático e livros, falta de pessoal de apoio, funcionários com salários atrasados, a biblioteca fechada por falta de auxiliar para atender aos alunos, entre outros.

Diante do exposto, e sem reais condições de trabalho, os professores resolveram se unir numa comissão formada também por membros do colegiado escolar para ir até a Secretaria Estadual de Educação- SEC, em Salvador visando chamar à atenção da Coordenação Geral dos CENEBs, no intuito de se resolver a questão. Enquanto isto não for resolvido, toda a comunidade escolar ficará a disposição da direção que certamente entrará em contato com os órgãos competentes no sentido de evitar transtornos aos alunos, os principais prejudicados no processo.

Da redação * informações Diretoria CENEB



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.