conceicao-do-coite

terça-feira, 08 de março de 2016 08:05

Coité – Grupo Terceira Via se reúne na Câmara Municipal; dois pré-candidatos a prefeito e o presidente estadual do Solidariedade, marcaram presença

O Grupo de Terceira Via tem como objetivo trabalhar com ideias inovadoras, atraindo além das pessoas cansadas de tudo que já experimentou politicamente, pessoas que possam contribuir com um Governo democrático e sem perseguição.

grupo terceira via - 4

A pré-campanha política de Conceição do Coité igualmente a maioria dos municípios baianos permanece tímida, algo jamais visto, pois, em anos anteriores, neste período praticamente já estavam definidos os candidatos a prefeito e até mesmo vereador.

Quem vem realizando o famoso trabalho de ‘formiguinha’ é um grupo que ganhou a denominação “Terceira Via”, composto principalmente de lideranças políticas que se dizem cansados de apoiarem um grupo, depois outro e depois ficam decepcionados por não veem mudanças significativas, conforme prometido em campanhas.

grupo terceira via - des

Na noite da última segunda-feira, 07, aconteceu mais uma reunião do grupo, a primeira no plenário da Câmara Municipal, lá estavam o médico Robson Cedraz que na última eleição municipal participou ativamente da campanha vitoriosa de Francisco de Assis (PT), ele que deixou o Partido Social Democrático – PSD recentemente para se filiar ao novato Solidariedade, cujo número é o 77, está firme e cotado como pré-candidato do partido, inclusive recebeu o apoio diante do público do presidente estadual da legenda, Luciano Araújo.

Outro que deverá se colocar como opção ao grupo de Terceira Via é o advogado Cléber Couto, mesmo que de maneira mais discreta ele também votou em Assis. Couto que preside no Município o também novato Partido Ecológico Nacional – PEN (51), levou um data show e apresentou a arrecadação do município durante todo ano, o que se investe na saúde, educação e outros setores, e afirmou que o município pode fazer muito mais.

grupo terceira via - 5

Foram convidados para fazer parte da mesa também figuras conhecidas no meio político a exemplo de Gilberto Gonçalves, esposo da vereadora Rosana Araújo do PT, Elia Cirino ex-vereadora, ex-prefeito e ex-deputado estadual Misael Ferreira, atual presidente da Câmara Ivaldo Araújo, ele que também deixou o PSD e ingressou no Solidariedade, presidente do Solidariedade municipal Bruno Gomes, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, Leonardo Mascarenhas, além de outras lideranças.

No plenário tinha também figuras que atuam na política coiteense a cerca de três décadas a exemplo de Lindemberg Souza, Jurandir Dentista, ex-vereador Genival Mota (Mingau), ex-vereador Murilo Duarte, advogado Reisson Coelho entre outras.

Quase todos que participaram usaram a tribuna e se manifestaram com único propósito, ser diferente, construir um grupo e quem sabe um governo onde todos possam participar efetivamente.

Reisson acha que a mudança tem que começar agora.

Reisson acha que a mudança tem que começar agora.

Teve um momento que o advogado Reisson Coelho chamou a atenção de todos, ele estava sentado nas cadeiras e de tanto ouvir falar no diferente, na participação de todos, pediu ao mestre de cerimonia Murilo Duarte para usar o microfone, e ao iniciar, criticou a forma como estava sendo servido água aos componentes da mesa. “ Se a gente pretende ser diferente temos que começar a mudança agora. Só sente sede o pessoal da mesa? O pessoal que está assistindo não sente? Porque não faz o mesmo? Só pode participar usando o microfone que está nesse espaço dos ‘bonitinhos’ e os ‘feinhos’ não? Porque vocês não vão ficar lá nas cadeiras também, já que é pra ser diferente?

Naquele momento, Cléber Couto entendeu que Reisson havia feito uma colocação realista e resolveu deixar a mesa de trabalho e sentou-se na cadeira. A reivindicação de Reisson foi válida também para água que foi servida para o público.

Cléber Couto presta serviço de assessoria jurídica a vários municípios ha mais de 20 anos. Garante saber o que é gestão pública.

Cléber Couto presta serviço de assessoria jurídica a vários municípios ha mais de 20 anos. Garante saber o que é gestão pública.

O evento estava mais voltado para o Solidariedade, mas Cléber Couto preferiu ter visto sem conotação partidária e  enxergar como uma reunião para discutir uma nova proposta para Conceição do Coité, que não passe primeiro pela questão de nomes de candidatos, “entendo que esse projeto deveria ser impessoal , como eu coloquei aqui nas minhas palavras, não deveria ser focado nas pessoas, mas em ideias, e que fosse construído por toda comunidade coiteense de forma democrática e que nós pudéssemos qualificar o debate politico de Coité, com projetos viáveis e executáveis ao longo dos quatro anos de acordo com a realidade local, do orçamento da prefeitura. Eu acredito em um projeto politico de ideias novas, eu creio nisso, meu projeto é esse”. Afirma Couto.

Robson disse que já ganhou e já perdeu, e não viu nenhuma mudança.

Robson disse que já ganhou e já perdeu, e não viu nenhuma mudança.

Robson Cedraz considerou uma reunião de qualidade, segundo ele, foi apenas a quarta e com bom número de lideranças politicas e das mais distintas classes sociais, para discutir o projeto Coité, não um projeto de poder pessoal, e  sim com pensamento de uma forma nova de administrar.

Questionado se não estava muito encima de uma campanha para enfrentar uma oposição forte ao governo municipal que também tem sua força, ele disse que acha que as pessoas inteligentes dos grupos que considera ultrapassados irão compor a terceira via, “ eu acho que acabou o ba-vi, o importante agora é Coité, está provado que o grupo A, grupo B trazem a mesma roupagem, da perseguição politica e de ajudar só quem votou nele, e a gente propõe algo novo, vamos discutir Coité” Afirmou.

Luciano Araújo afirmou que o Solidariedade tem um nome em Coité para prefeito, e este é Robson Cedraz.

Luciano Araújo afirmou que o Solidariedade tem um nome em Coité para prefeito, e este é Robson Cedraz.

Luciano Araújo natural da cidade de Valente, sua família é originária de Coité,  disse conhecer  a politica coiteense a décadas, e na condição de presidente do Solidariedade, partido que está presente em mais de trezentos municípios baianos, tem Coité como uma das prioridades em candidatura própria para prefeito e vereadores.” Temos uma grande ligação com o ex-prefeito Vertinho que é muito nome respeitado, que tem uma liderança invejável, e eu tenho certeza que Vertinho pode nos ajudar muito nesse processo,  e nesse projeto o nome que estamos implantando e que se destaca é o de doutor Robson Cedraz e com ele poderemos chegar na primeira via”, Falou confiante Luciano.

Na próxima quinta-feira, 10, está previsto mais um ato político em Coité, quando o deputado Alex da Piatã irá receber o senador Otto Alencar no ginásio de Esportes para falar de sua filiação no PSD. Na oportunidade deverá acontecer o lançamento da pré-candidatura de Assis a reeleição.

Redação CN / Fotos: Raimundo Mascarenhas



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.