brasil

quinta-feira, 03 de março de 2016 17:00

Por unanimidade, STF acolhe parcialmente a denúncia contra Eduardo Cunha

As investigações da Polícia Federal na Operação Lava Jato têm por objeto vasta organização criminosa", ressaltou o ministro Celso.

O Supremo Tribunal Federal (STF) aceitou por unanimidade o acolhimento parcial da denúncia contra o presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Já denúncia contra a ex-deputada Solange Almeida foi aceita por maioria.

Os dois últimos votos da parte final do julgamento da tarde desta quinta-feira (3), dos ministros Celso de Mello e Ricardo Lewandowski, acompanharam integralmente o voto do relator do processo, ministro Teori Zavascki. Diferente dos dois primeiros votos proferidos no início da tarde por Gilmar Mendes e Dias Toffoli, Mello e o presidente do STF também concordou com o relator, ministro Teori Zavascki, em relação à denúncia contra a ex-deputada Solange Almeida.

Em seu voto, O ministro Celso de Mello falou da “degradação da dignidade política” e “delinquência institucional” revelado pela Operação Lava Jato. “As investigações da Polícia Federal na Operação Lava Jato têm por objeto vasta organização criminosa”, ressaltou.  Para Mello, o parlamentar que aceita suborno compromete a respeitabilidade do Poder Legislativo. “Falta de decoro pelo parlamentar é falta de decência”, diz.

Bahia Notícias



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.