conceicao-do-coite

sexta-feira, 29 de abril de 2016 20:02

Baixa quantidade de dose de vacina contra gripe deixa Coité fora do Dia D; afirma secretário

A secretaria de Saúde informou que já vacinou 48,5% do público prioritário da campanha de vacinação contra a gripe no município

Secretário Municipal de Saúde Leonardo Mascarenhas

Secretário Municipal de Saúde Leonardo Mascarenhas

O ministério da Saúde lança nesse sábado,30, em todo país, o Dia D de vacinação contra gripe H1N1, mas o município de Conceição do Coité não irá participar desse dia de mobilização, segundo o secretário de Saúde Leonardo Mascarenhas, o motivo é a baixa quantidade de dose que segundo ele não atende a demanda para este dia, no entanto, disse que não há motivo de preocupação, pois o fato de ter pouca dose atualmente é por conta de estar vacinando desde o dia 18 deste mês (abril)  que já atingiu quase 50% das pessoas da lista prioritária.

Segundo o secretário, o município recebeu em meados de abril 52% das doses previstas para esta campanha que vai até 20 de maio.”Mas não tem motivo de pânico, deveremos estar recebendo novas remessas nos próximos dias, de forma que vacinemos todas as crianças de seis meses a cinco anos, no total de 4.644, 804 gestantes, 132 puérperas, 7.187 pessoas com idade acima de 60 anos, 700 trabalhadores de saúde e 1.010 comorbidades. Estamos tranquilos, não temos nenhum caso suspeita da gripe, já atingimos praticamente 50% da meta”, afirmou Leonardo Mascarenhas.

Situação semelhante acontece em outras cidades

O Dia Nacional de Mobilização contra a Gripe H1N1, com previsão de vacinação maciça contra o vírus da influenza, será suspenso além de Coité, em outras cidades da Bahia, inclusive a capital, Salvador. Segundo as secretarias municipal e estadual de Saúde, a antecipação da campanha para o dia 18 deste fez com que a procura pela imunização alcançasse grande parte do público-alvo.

A Secretaria de Saúde da Bahia esclarece, porém, que a decisão de suspender o Dia D, mesmo que temporariamente, é de cada cidade, que deve avaliar os estoques e a taxa de imunização municipal.

De acordo com a secretaria municipal de Saúde, em Salvador, com a antecipação da campanha, em pouco mais de uma semana, quase metade do público-alvo foi vacinada (47%).

Redação CN

 



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.