bahia

sábado, 02 de abril de 2016 13:20

Cesta de Povo de Coité fecha as portas em definitivo

Neste sábado o fechamento acontece também nas cidades de Valente e Santaluz.

Loja de Coité neste sábado só tinha produtos de limpeza.

Loja de Coité neste sábado só tinha produtos de limpeza.

A partir de segunda-feira, 04, a população de Conceição do Coité, Valente e Santaluz no Território do Sisal não mais contarão com os serviços da Cesta do Povo, que é gerida pela Empresa Baiana de Alimentos – EBAL vinculada a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Governo do Estado da Bahia.

A Cesta surgiu em Coité no inicio da década de 1980 do século passado, nos fundos da Igreja Matriz, servindo como alternativa de consumo principalmente dos produtos básicos, em 1993 sofreu saque em plena luz do dia, populares invadiram, depredaram e levaram toda mercadoria inclusive do estoque, fato que ganhou grande repercussão.

Saque na Cesta do Povo em 1993 ganhou repercussão. Foto: Raimundo Mascarenhas enviada para o Jornal A Tarde.

Saque na Cesta do Povo em 1993 ganhou repercussão. Foto: Raimundo Mascarenhas enviada para o Jornal A Tarde.

No momento do saque o então prefeito municipal Diovando Carneiro Cunha (falecido) disse que atendia cerca de 100 pessoas em sua casa implorando por comida, pois o período era de muita seca e não tinha recebido nenhuma frente de serviço. Após o saque o Cesta ficou por um longo período fechada, mas foi reaberta, fechando novamente já por problemas estruturais e econômico do Governo.

Em cinco anos e meio em noco endereço foi assaltada uma vez

Em cinco anos e meio em noco endereço foi assaltada uma vez

No Governo Jaques Wagner foi reinaugurada em agosto de 2010, na Rua Afonso Pena, praça dos postos de combustíveis, e em 2011 foi assaltada. Este ano a loja foi abastecida apenas uma vez, no mês de fevereiro e de lá para cá o que se viu foi o esvaziamento das prateleiras.

 

A Cesta do Povo foi criada em 1979, pelo então governador da Bahia, Antonio Carlos Magalhães, em sua segunda gestão, começou atendendo a população de Salvador, depois Feira de Santana até que se expandiu por quase toda Bahia.

Houve especulação de que a Cesta seria privatizada, mas ao que parece a proposta não avançou.

Redação CN



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.