bahia

quarta-feira, 06 de abril de 2016 13:37

Falha em processo de renovação impede quase 7 mil motoristas de retirar habilitação

O Detran-BA alega que o laboratórios credenciados para fazer o exame na Bahia "sequer estão informados de como é esse procedimento".

Quase sete mil motoristas profissionais estão impedidos de tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) nas categorias C, D e E por causa da exigência da realização dos exames toxicológicos, que se tornou obrigatório no início de março.

De acordo com o jornal Correio, o Detran-BA alega que o laboratórios credenciados para fazer o exame na Bahia “sequer estão informados de como é esse procedimento”. A CNH só pode ser impressa depois que o laboratório inserir o resultado do exame no documento, através do Sistema de Registro Nacional de Condutores Habilitados (Renach).

Em razão do impasse no procedimento estabelecido pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), os motoristas não conseguem renovar suas habilitações ou mudar a categoria. Ainda segundo o Correio, o exame para detectar se o condutor consumiu drogas ilícitas nos últimos 90 dias custa entre R$ 258 e R$ 500.

Bahia Notícias



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.