esporte

domingo, 03 de abril de 2016 22:04

Subprocurador decide arquivar caso Victor Ramos; Flamengo de Guanambi vai ao STJD

Flamengo do Guanambi pode parar o campeonato por conta dessa polêmica.

Para o Flamengo de Guanambi, Victor Ramos jogou de forma irregular.

Para o Flamengo de Guanambi, Victor Ramos jogou de forma irregular.

O 2º subprocurador do Tribunal de Justiça Desportiva da Bahia (TJD-BA), Hélio Menezes Júnior, afirmou neste domingo que vai determinar o arquivamento da denúncia de irregularidade do zagueiro Victor Ramos, do Vitória, feita pelo Flamengo de Guanambi. “Confirmo que meu parecer é nesse sentido (arquivar) e será entregue amanhã ao TJD-BA”, disse o subprocurador ao CORREIO.

O diretor do Flamengo de Guanambi, Thiago Dantas, pretende ir às instâncias superiores. “Vamos entrar direto com um recurso do STJD, porque já vimos que por aqui (pelo TJD-BA) não tem jeito, não vai dar em nada. Estamos percebendo manobras políticas para favorecer o Vitória, então vamos direto no STJD. Vamos pedir a paralisação do campeonato”, afirmou o dirigente.

Antes de ir ao STJD, o clube do interior deve pedir revisão do caso junto ao procurador-geral do TJD-BA, Ruy João, que pode também decidir pelo arquivamento, pode oferecer denúncia ou ainda pode passar o caso para outro membro do TJD.

A denúncia questiona a escalação de Victor Ramos pelo Vitória na partida entre o Leão e o Flamengo de Guanambi no último final de semana, vencida pelo time da capital por 3 a 0. O resultado determinou a classificação do Vitória para a semifinal do Baianão. O Flamengo contesta o uso do zagueiro, que estaria irregular por ter o nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) no dia 18 de março, quando o prazo para transferências internacionais é 16 de março. O zagueiro pertence ao time mexicano do Monterrey, mas o Vitória afirma que a transferência foi nacional e, por isso, não houve irregularidade.

Segundo a diretoria do Vitória, depois que o empréstimo de Ramos ao Palmeiras se encerrou, em dezembro do ano passado, o ITC do atleta não deixou o Brasil e, por isso, a negociação foi caracterizada como nacional. A Federação Bahiana de Futebol (FBF) confirmou a informação, dizendo que a CBF atesta que a transferência foi nacional. No sistema de transferência da Fifa, Victor Ramos aparece com contrato ativo com o Palmeiras. O clube paulista diz desconhecer o caso.

Correio* * Com informações da repórter Fernanda Varela



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.