brasil

terça-feira, 23 de agosto de 2016 10:42

Brasil quer ficar em 5º lugar na Paralimpíada; veja as chances de medalhas

Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro começam no dia 7 de setembro

Atleta paralímpico treina para disputar o goalball

Atleta paralímpico treina para disputar o goalball

Os Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro começam no dia 7 de setembro, e os atletas brasileiros têm chances de ganhar medalhas em várias categorias. O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) espera que o Brasil chegue em 5º lugar no quadro de medalhas, com desempenho melhor do que em Londres, em 2012, quando ficou em 7º lugar, com 43 medalhas no total (21 de ouro, 14 de prata e oito de bronze).

Modalidade em que o Brasil conquistou mais medalhas até hoje, o atletismo é candidato a garantir vários lugares no pódio durante os jogos do Rio e terá papel fundamental para o bom desempenho do país na classificação geral. A expectativa do CPB é ganhar entre 11 e 14 medalhas de ouro na competição. Desde 1984, o Brasil já ganhou 109 medalhas pelo atletismo em Jogos Paralímpicos, sendo que 32 foram de ouro, 47 de prata e 30 de bronze. Os multimedalhistas Terezinha Guilhermina e Lucas Prado poderão subir ao pódio mais de uma vez, mas a modalidade também tem outros destaques, como Yohansson do Nascimento, ouro nos 200m e prata nos 400m em Londres. Neste ano, a delegação brasileira chega com 61 atletas para competir no atletismo.

Na natação, o Brasil também tem tradição de se destacar nos Jogos Paralímpicos. Daniel Dias, que é o maior medalhista do país, com 15 conquistas, poderá ganhar mais de uma medalha no Rio de Janeiro. Ele fez a preparação para os jogos em Sierra Nevada, na Espanha, para treinar em altitude e melhorar o desempenho na competição. Outros destaques são Clodoaldo Silva, que participa de Paralimpíadas desde 2000 e já acumula 13 medalhas, e André Brasil, que desde 2008 tem dez medalhas paralímpicas. No total, o Brasil já conquistou 83 medalhas na natação em Jogos Paralímpicos, sendo 28 de ouro, 27 de prata e 28 de bronze. É a segunda modalidade que mais medalhas deu ao Brasil na Paralimpíada, atrás apenas do atletismo.

Modalidade tricampeã paralímpica, o futebol de 5, praticado por atletas cegos, também tem grande chance de conquistar uma medalha no Rio. Os brasileiros conquistaram medalhas de ouro na modalidade em Atenas (2004), em Pequim (2008) e em Londres (2012). Além disso, o futebol de 5 é tetracampeão mundial e não perdeu nenhum campeonato desde 2006. “O futebol hoje seria a maior barbada no esporte de cegos”, diz o presidente da Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais (CBDV), Sandro Laina.

Correio



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.

%d blogueiros gostam disto: