brasil

terça-feira, 30 de agosto de 2016 09:12

Número de candidatos jovens fica abaixo de 9% e não corresponde ao eleitorado baiano

O resultado das últimas eleições municipais mostra que o sucesso dos jovens nas urnas é semelhante ao de outras faixas etárias.

Entre concorrentes aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador, a Bahia tem 3.205 postulantes a cargos municipais com até 29 anos de idade. Somados, eles representam 8,9% do total de candidatos já registrados pela Justiça Eleitoral (36.002). A porcentagem não corresponde ao perfil do eleitorado no estado, que é predominantemente jovem. No universo de pessoas aptas para votar, 26,99% tem até 29 anos de vida.

Para quem entrou cedo no mundo político, essa relação precisa mudar para que novos nomes apareçam no executivo e legislativo municipal. Em 2014, à época com 22 anos, Uldurico Júnior (PV-BA) se tornou o deputado federal mais jovem a ganhar uma vaga na Câmara dos Deputados na última eleição. Segundo ele, os jovens estão aumentando sua participação na política, mas precisam se candidatar mais.

“Comparados a dados antigos, [os números] são grandes. A gente espera que esse número aumente muito. Sabemos que os jovens têm uma responsabilidade muito grande de mudança, de transformação”, comentou o parlamentar baiano. Eleito vereador na cidade de Guanambi em 2009, com 28 anos, o atual Secretário de Agricultura do Estado da Bahia, Vitor Bonfim, lembra de movimentos políticos das últimas décadas para reforçar a necessidade de renovação dos quadros políticos. “É preciso estimular que os jovens possam participar mais ativamente da política.

Das universidades brasileiras saíram grandes políticos, como aconteceu com os caras pintadas, com movimento das Diretas Já”, exemplificou. O resultado das últimas eleições municipais mostra que o sucesso dos jovens nas urnas é semelhante ao de outras faixas etárias. Em 2012, 35,18% dos 108 candidatos a prefeito na Bahia entre 25 e 34 anos foram eleitos. Entre 35 e 44 anos, 37,95% dos 303 postulantes a chefes do executivo municipal ganharam a vaga nos municípios. Na faixa de idade entre 45 a 59 anos, a porcentagem de sucesso é de 37,79% entre 516 candidatos. Uldurico e Vitor Bonfim são exemplos de candidatos eleitos com menos de 30 anos e ambos são filhos de ex-deputados. No entanto, eles descartam que a presença de familiares na política seja fundamental para o resultado positivo com pouco tempo de vida pública. “Não facilita nada não.
Em alguns casos, pelo contrário, pode trazer uma responsabilidade maior”, afirma Bonfim. Uldurico ressalta que a influência familiar pôde, pelo menos, fazer ele entender mais cedo a atuação nas casas legislativas. “Querendo ou não isso ajuda a gostar da posição”, disse o deputado federal.

Bahia Notícias



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.