bahia

sábado, 03 de setembro de 2016 04:30

Coité II – Incêndio destrói fábrica de material reciclado

A população de Salgadália distante 18k da sede municipal (Coité) ficou impressionada e se perguntando como o incêndio da Plastsag aconteceu praticamente no mesmo instante da tragédia que matou quatro pessoas, uma delas, Jorge Santana supervisor da empresa.

incendio na plastag-4- foto- raimundo mascarenhas

Foto tirada por volta das 02h da madrugada | Raimundo Mascarenhas

Um incêndio de grandes proporções destruiu na noite de sexta-feira e madrugada deste sábado, 03, os galpões de estocagem da PLASTSAG, uma indústria de transformação de plástico, situada no Distrito de Salgadália, próximo ao Tanque Grande. O incêndio teve inicio, segundo um dos sócios por volta das 23h, e para ele tem caráter criminoso, pois, iniciou-se por uma área onde não havia rede elétrica um dos principais provocadores de incêndio. As chamas destruíram 1.500 metros e área construída e era utilizado par armazenar matéria prima, ou seja, os derivados de plásticos.

No centro a cabine de um caminhão queimada | Foto: Raimundo Mascarenhas

No centro a cabine de um caminhão queimada | Foto: Raimundo Mascarenhas

Dentro destes galpões também estava uma caminhão Ford ano 73, que Francisco Apolônio (Chico) atual secretário da Industria e Comércio do Município, recebeu de presente de um empresário e foi o primeiro a prestar serviço quando a empresa foi instalada.

Coincidentemente o incêndio aconteceu praticamente no mesmo momento  que houve uma colisão entre dois Fiat sendo um Palio e outro Strada na BA 411 que resultou na morte de quatro pessoas, entre elas, o supervisor da PLASTSAG Jorge Santana, funcionário a mais de duas décadas, evangélico da Igreja Assembleia de Deus e atuava como presbítero do Campo de Salgadália. Seu pai e sua sogra também morreram enquanto esposa e filha foram socorridas em estado grave. O motorista do Strada morador da Fazenda Correia, em Coité foi a quarta vítima fatal.

incendio na plastag-1- foto- raimundo mascarenhas

A população de Salgadália distante 18k da sede municipal (Coité) ficou impressionada e se perguntando como o incêndio da Plastsag aconteceu praticamente no mesmo instante da tragédia que matou quatro pessoas, uma delas, Jorge Santana supervisor da empresa.

O corpo de Bombeiro de Feira de Santana trabalhou a noite inteira na tentativa de amenizar o fogo, pois se encontrava em Serrinha por conta da Vaquejada e chegou rapidamente, só que muito mais rápido foi o fogo se alastrando.



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.

%d blogueiros gostam disto: