colunas

terça-feira, 20 de setembro de 2016 09:44

Ler é um prazer – Dom Itamar Vian

A Bíblia é o livro mais lido, em qualquer nível de escolaridade

A leitura avança a passos tímidos entre os brasileiros. Em 2011, os leitores representavam 50% da população, em 2015 passaram a ser 56%. Mas o aumento é tímido, nem dá para comemorar. Apesar de ligeira melhora no percentual, na prática, o índice indica que o brasileiro lê menos de cinco livros por ano (4,96 livros).

Os dados foram revelados pela pesquisa “Retratos da Leitura no Brasil”, feita pelo Ibope por encomenda do Instituto Pró-Livro. Para a pesquisa, é leitor quem leu, inteiro ou em partes, pelo menos um livro nos últimos três meses. Já o não leitor é aquele que declarou não ter lido nenhum livro nos últimos três meses, mesmo que tenha lido nos últimos 12 meses.

A bíblia foi citada como o “gênero” que mais costuma ser lido entre aqueles que não estão estudando, sendo citado por 50% dos entrevistados. Entre os estudantes, a Bíblia foi citada por 31% dos entrevistados. A Bíblia é o livro mais lido, em qualquer nível de escolaridade. O livro religioso aparece em todas as listas: últimos livros lidos, livros mais marcantes.

A Feira do Livro – Festival Literário e Cultural de Feira de Santana – que acontece de 20 a 25 de setembro,  nasceu da necessidade de despertar os dirigentes de instâncias públicas, privadas e filantrópicas para a importância de implementar políticas públicas do livro e da leitura na sociedade, e assim possibilitar o acesso de pessoas das diversas esferas sociais ao universo da leitura e das realizações culturais.

É preciso ler sempre. Se queremos que os filhos leiam, os pais tenham o hábito da leitura. Se queremos que os alunos leiam, os professores demonstrem conhecimentos novos e críticos  a partir da leitura. Portanto, a leitura não é uma obrigação impositiva dos pais para os filhos e dos professores para os alunos.  É um incentivo prazeroso, uma busca contínua, uma conquista permanente. Ler é um prazer.

Grandes, pequenos, de todos os formatos, cores e preços, alguns bem comportados nas prateleiras, outros nos cestos de ofertas, milhares de livros estão disponíveis na Feira do Livro, oferecendo maravilhosos tesouros. Assim como vamos às feiras de frutas e hortaliças, busquemos na Praça João Barbosa de Carvalho (Praça do Fórum) sacolas e cestos de livros. “Bendito aquele que semeia livros, à mão cheia e manda o povo pensar” (Castro Alves).

Itamar Vian

Arcebispo Emérito

[email protected]



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.