conceicao-do-coite

sexta-feira, 30 de setembro de 2016 03:01

Prefeito de Coité se refugia para Companhia da PM, segundo ele depois de sofrer tentativa de emboscada

As primeiras informações davam conta que Assis estaria com dinheiro no carro supostamente para usar na compra de voto, mas ele negou e disse que parou na sede da PM para não correr risco de ser assassinado por homens em dois carros que estavam lhe seguindo

pessoas-ocuparam-a-frente-da-sede-da-companhia

O prefeito de Conceição do Coité e candidato a reeleição Francisco de Assis (PT) passou por momentos de aflição e constrangimento no inicio da madrugada desta sexta-feira, 30. Segundo ele, depois de ter sido perseguido por dois veículos seguiu para a sede da 4ª Companhia PM para pedir socorro.

Assis gravou um vídeo e postou nas redes sociais. lamentou as pessoas terem saído do velório do líder Hamilton Rios para lhe acusar

Assis gravou um vídeo e postou nas redes sociais. lamentou as pessoas terem saído do velório para lhe acusar

A primeira versão que surgiu nas redes sociais pouco depois da meia noite dava conta que o prefeito tinha sido flagrado com grande quantidade de dinheiro supostamente para usar na compra de voto juntamente com o presidente do PT Aroldo Portugal.Mensagens de áudio via WhatsApp de pessoas supostamente contrárias ao prefeito convocava a população para se deslocar até a sede da PM onde o prefeito estava juntamente com Aroldo.Minutos depois uma grande quantidade de pessoas ocupava a área externa da companhia.

Assis disse ao Calila Noticias que estava na companhia de Aroldo e um amigo policial militar que estava de folga e saiam de uma pizzaria, quando estava indo dormir, ao passar próximo a Igreja Assembleia de Deus, na Rua Laurindo Cordeiro, surgiram dois carros, um dos veículos lhe fechou, o policial que estava conduzindo o carro que ele estava conseguiu sair do cerco e se dirigiu para a Companhia, temendo uma emboscada, quem sabe para tirar sua vida.

Assis disse também que não houve perseguição supostamente por ele estar comprando voto, acredita que poderia ter sido morto e que ao chegar a sede da PM os homens que estavam lhe seguindo naquele instante disseram que a sua atitude era de pessoa que estaria cometendo algum tipo de delito.Garante que não tinha dinheiro no carro conforme foi divulgado e sempre combateu essa atitude. “Se eu estava fazendo algo errado porque eu iria parar logo na polícia”? Questionou o prefeito.

Assis, até por volta das 02h30 no fechamento dessa reportagem permanecia na sede da Companhia aguardando a chegada de reforço policial para deixar o recinto. Segundo ele, conseguiu identificar cinco pessoas que lhe seguiram.O Calila Noticias não conseguiu o contato de nenhum deles para ouvir a versão.

Assis ainda na sede da 4ª CIA gravou um vídeo narrando o mesmo que falou para o CN.



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.