bahia

quarta-feira, 19 de outubro de 2016 19:17

Acusado de matar o primo é absolvido pelo júri popular de Coité

O acusado estava preso preventivamente no presídio regional de Feira de Santana e deve ser posto imediatamente em liberdade

Foto: arquivo

Leitura da Setença

O Tribunal do Júri da Comarca de Conceição do Coité se reuniu nesta quarta-feira (19) para julgamento de Marivaldo da Silva Carneiro, acusado de ter matado o primo, Emanuel Silva Carneiro, no povoado de Fazenda Tanque, no município de Conceição do Coité, em janeiro de 2015. A sessão teve início às 09h e no meio da tarde, depois de ouvidas as testemunhas, interrogado o réu e dos debates entre a Promotora e o defensor, os jurados se reuniram para votar os quesitos e entenderam pela absolvição do acusado.

O réu estava sendo acusado de homicídio qualificado por ter agido de forma a não possibilitar a defesa da vítima, pois teria sido agredido enquanto bebia distraidamente. A tese da defesa foi de negativa de autoria, pois segundo o defensor do acusado, advogado Paulo Alberto Carneiro, os dois primos saíram para beber, chegaram em casa embriagados e foram dormir, sendo que na manhã seguinte o acusado acordou e encontrou o primo sentado em uma cadeira e com ferimento no pé, saindo imediatamente para avisar a família da vítima e imaginando que a vítima estaria apenas ferida, enquanto já estaria morta.

Na necropsia, no entanto, a causa da morte teria sido por traumatismo craniano causado por pancada de algum instrumento que não foi encontrado e nem identificado.

O acusado estava preso preventivamente no presídio regional de Feira de Santana e deve ser posto imediatamente em liberdade. A Promotora de Justiça Grace Inaura, não confirmou se vai recorrer da decisão.

Redação CN | Foto arquivo CN



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.