esporte

sábado, 29 de outubro de 2016 09:22

Treinador do Vitória pede que Sérgio Moro resolva problemas do futebol Brasileiro

Nunca teve uma sequencia de erros grotescos como este Brasileirão

Treinador tem a grande missão de tirar o Leão da zona de rebaixamento

Treinador tem a grande missão de tirar o Leão da zona de rebaixamento, mas precisa vencer em campo e contar com a coerência dos árbitros

Os árbitros do futebol brasileiro não vivem uma boa fase, são muitos erros que vêm prejudicando bastante as equipes e como já foi mostrado na semana passada quando o Sport reclamou um toque de mão muito claro da defesa do Palmeiras que a arbitragem ignorou resultado na derrota do Leão da Ilha por 2 a 1 se complicando na tabela de classificação e ajudando o Verdão se manter na ponta da tabela e se aproximar do titulo.

No mesmo dia o Corinthians reclamou do impedimento do atacante Guerreiro do Flamengo que aproveitou um cruzamento sozinho e o árbitro validou o gol. Na rodada anterior, houve reclamação do Figueirense contra Gol do Palmeiras e do Fluminense que marcou o gol de empate contra o Flamengo, o bandeirinha levantou o bastão na hora, mesmo assim o juiz apontou para o centro do gramado. Mas o Flamengo não aceitou e reivindicou que o árbitro ouvisse o bandeira, depois de quase 15 min de paralisação o árbitro voltou atrás e anulou o gol para revolta do Flu que dias depois entrou com representação na Justiça Esportiva.

Na noite de sexta-feira, 28, a “vitima” foi o Vitória no Maracanã.  O Leão precisando pontuar para se livrar do risco de rebaixamento entrou em campo determinado contra o Flu com chances de libertadores e abriu o placar aos 30 minutos com Marcelo, só que a polêmica veio cerca de 5 minutos depois. No contra-ataque tricolor Victor Ramos puxou o atacante adversário pela camisa fora da área, o juiz olhou para o auxiliar que corria para linha de fundo marcando a penalidade, ele foi na onda e apontou para a marca do cal.

Outro erro foi a não expulsão de Victor Ramos que já tinha cartão amarelo e o certo seria receber o segundo e consequentemente o vermelho, já que foi marcada a falta e isto não aconteceu.

Mais o que chamou a atenção da imprensa na coletiva com o técnico Argel Fucks ”

“Olha, a arbitragem está se encontrando num momento difícil no futebol brasileiro. Eu não consigo entender essa falta coerência de um árbitro baiano num jogo de time pernambucano (Sport) e um pernambucano no de um time baiano. São erros grotescos, o árbitro viu que foi fora e perguntou ao assistente que está a 40 metros”, criticou o técnico, fazendo uma reflexão dos problemas vividos no país e no futebol local. “Isso é muito triste no futebol, mas é a realidade do nosso país. Hoje eles se reúnem pra punir jogador, treinador, mas não punem arbitro. Se eu falar contra a arbitragem, somos punidos. O futebol tem que ser definido dentro do campo. O pênalti foi claro (que não foi), queremos saber se vai ter punição no árbitro”, completou. Bastante entristecido com a situação vivida no Maracanã, Argel chegou a pedir a ajuda do juiz federal Sergio Moro para resolver os problemas do futebol brasileiro. “É como é em Brasilia. Quem sabe a gente traz o (Sergio) Moro para tomar conta e melhorar. A primeira coisa que tem que se fazer é dar condição para a arbitragen. Vamos concentrar os árbitros, vem antes, o árbitro tem que ser profissional, como na Inglaterra. Lá os erros são muito difíceis”, apelou.
Redação CN


COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.