jacobina

segunda-feira, 17 de outubro de 2016 23:52

Yamana Gold faz coletiva de imprensa para tratar sobre assalto na unidade de Jacobina

Segundo Saliba, a empresa tem um dos mais avançados sistemas de segurança, com cofres que utilizam códigos, porém, os criminosos foram muito audaciosos e com armas e dinamites, conseguiram êxito

Diretores convocaram a imprensa de Jacobina para contar como aconteceu a invasão na mineradora

Diretores convocaram a imprensa de Jacobina para contar como aconteceu a invasão na mineradora

Na noite desta segunda-feira, 17 , a direção da Yamana Gold através da sua assessoria de comunicação realizou uma coletiva de imprensa para falar sobre o assalto ocorrido na empresa, com a morte do vigilante José Nilson Aleixo Nascimento, 42 anos. O diretor Sergio Saliba falou que o que foi colhido até o momento é que os bandidos chegaram em um Hilux, Eco Sport e mais dois carros de passeio, renderam os vigilantes da portaria e quebraram a caixa de comunicação, bloqueando a via de acesso com dois carros incendiados.

Durante a fuga este e outros veículos foram incendiados

Durante a fuga este e outros veículos foram incendiados

Em seguida os bandidos renderam os vigilantes na área de fundição, sendo que um deles estava armado e deitado no chão. Um dos assaltantes decidiu retirar a arma do vigilante, foi quando no nervosismo a arma teria disparado. Os elementos pediram para que os demais vigilantes socorressem o colega, porém ele foi a óbito e acreditam que a morte foi acidental.

Na área de fundição, onde fica o ouro ocorreram duas ou três detonações em grades de acesso ao cofres, que foi explodido posteriormente. Demoraram para achar o ouro, mas, acabaram levando e na ação usavam armas de grosso calibre, tipo .50.
Vigilante da Mineradora morto pela quadrilha

Vigilante da Mineradora morto pela quadrilha

Dentro da empresa os bandidos encontraram um carro trafegando e atiraram, sendo que posteriormente perguntaram se o funcionário estava bem e mandaram o mesmo se afastar. Queimaram ainda mais dois veículos dentro da área da mineração e fugiram.

Segundo Saliba, a empresa tem um dos mais avançados sistemas de segurança, com cofres que utilizam códigos, porém, os criminosos foram muito audaciosos e com armas e dinamites, conseguiram êxito. No momento tinham seis vigilantes, o projeto será analisado para  rever o que houve de falhas.
Os técnicos estão tentando recuperar o sistema de câmeras, e todo apoio está sendo dado para a família da vítima fatal e para a polícia que segue as investigações.
Fonte: Augusto Urgente!


COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.