esporte

segunda-feira, 14 de novembro de 2016 08:52

Barradão completa 30 anos e Vitória precisa dele para fugir da Série B

Segundo o departamento de matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a probabilidade do Vitória cair é de 51%

Na próxima quinta-feira o Vitória enfrenta o Santos, fora de casa, pelo Brasileirão. O duelo contra o vice-líder é difícil e o empate seria até bom negócio. Para escapar do rebaixamento, porém, vencer em casa será o crucial. Para alcançar os 45 pontos, pontuação que os matemáticos entendem como suficiente para se manter na Série A, o Leão só precisa fazer seu dever de casa no Barradão, que completou 30 anos de inauguração na sexta-feira passada, dia 11 de novembro.

 Os duelos em casa são contra o quase rebaixado Figueirense, domingo, e contra o líder Palmeiras, que possivelmente já estará com o título nas mãos, na última rodada. O problema, neste ano, é justamente depender do rendimento dentro do seu santuário inaugurado em 1986.

Desde que o Manoel Barradas passou a ser a casa rubro-negra na Série A, em 1994, o Vitória realizou 232 jogos, com um aproveitamento geral de 61%. Este ano, o rendimento está bem abaixo do habitual. Após 13 partidas do Brasileiro na Toca, o Leão venceu cinco, empatou três e perdeu cinco. Um rendimento de somente 46%.

Estádio do Barradão mudou a história do Leão, mas este ano a campanha no santuário deixa a desejar (Foto: Marcio Costa e Silva/Arquivo Correio

Estádio do Barradão mudou a história do Leão, mas este ano a campanha no santuário deixa a desejar
(Foto: Marcio Costa e Silva/Arquivo Correio

O desempenho no Barradão só não perde para a fatídica temporada 2014, ano do último rebaixamento do clube. Outros três jogos como mandante na atual Série A foram realizados na Fonte Nova e um no Joia da Princesa, em Feira de Santana. Na Fonte, uma vitória, um empate e uma derrota. No Joia, um triunfo. Ainda assim, o aproveitamento total em casa é de 49%, o quarto pior do campeonato.

É preocupante, mas existem possibilidades de superação. Caso vença o Figueirense, domingo, além do Palmeiras, dia 4 de dezembro, o desempenho no Barradão sobe de 46% para 53% (e o geral em casa de 49% para 54%), o que não garante a permanência, em parte. Em 2004 e 2010, anos em que o Leão também caiu, os aproveitamentos foram de 59% e 50%, respectivamente. Porém, este ano o Vitória tem um rendimento como visitante superior aos anos citados.
Nem a pontaria está tão afiada no Barradão. O Vitória ainda não conseguiu aplicar uma goleada em ninguém. A média de gols atualmente é de 1,46 por jogo, uma das piores do Leão em sua casa. Nas últimas 10 edições, só é melhor também que a edição de 2014, que não passou de 1,21 bola na rede por embate.
Segundo o departamento de matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a probabilidade do Vitória cair é de 51%. A briga intensa nesta reta final é com o Inter, primeiro na zona de rebaixamento e com 42% de chance de rebaixamento, segundo os matemáticos, provavelmente por causa dos adversários que terá.

O Vitória tem 39 pontos e o colorado tem um a menos. O Inter joga em casa nesta rodada, quinta, contra a Ponte Preta. No rodada seguinte, visita o Corinthians na segunda-feira.  Depois enfrentará Cruzeiro e Fluminense. Além de Santos, Figueirense e Palmeiras, o Leão visita o Coritiba, que tem 42 pontos, em 15º, e também briga para não cair.

Fonte: Correio24horas



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.