brasil

quinta-feira, 24 de novembro de 2016 09:32

PF deflagra operação que apura crimes contra INSS; prejuízo seria de R$ 37 milhões

Os envolvidos podem ser indiciados pelos crimes de estelionato previdenciário, falsidade ideológica e organização criminosa.

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (24) a Operação Compensação, que investiga uma suposta organização que cometia crimes contra o INSS no Distrito Federal e que pode ter gerado um prejuízo de R$ 37 milhões nas contas da Previdência. Ao todo, são sete mandados judiciais expedidos pela 12ª Vara da Justiça Federal no DF.

“O modus operandi consistia na utilização de empresas ativas e inativas para o envio de GFIP’s (Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social) extemporâneas, com dados inautênticos acerca de supostos prestadores de serviço autônomos, a chamada categoria 13”, afirma a PF em nota.

Segundo as investigações, eram inseridas nas guias de recolhimento do FGTS informações referente compensações de valores de créditos tributários devidos. Com isso, ocorria o “zeramento” – a ausência de tributos a recolher aos cofres públicos. De acordo com a PF, a organização criminosa investigada era composta por empresários, um servidor público do INSS e um escritório de contabilidade.

Os envolvidos podem ser indiciados pelos crimes de estelionato previdenciário, falsidade ideológica e organização criminosa.

Bahia Notícias



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.