esporte

sexta-feira, 25 de novembro de 2016 11:11

Tragédia da Fonte Nova completa nove anos

No dia 25 de novembro de 2007, sete torcedores morreram após parte da arquibancada do estádio ceder

Técnicos avaliam arquibancada da Fonte Nova após tragédia, em 2007

Técnicos avaliam arquibancada da Fonte Nova após tragédia, em 2007

O dia 25 de novembro marca a maior tragédia no esporte baiano. Um episódio de dor e lágrimas que nem o tempo é capaz de apagar. Há exatos nove anos, em 2007, sete pessoas morreram após parte da arquibancada da Fonte Nova ceder. As vítimas eram torcedores do Bahia e comemoravam o acesso do clube à Série B do Campeonato Brasileiro. Em campo, o tricolor enfrentava o Vila Nova. Mais de 60 mil pessoas estavam no estádio.

Márcia Santos Cruz, Jadson Celestino Araújo Silva, Milena Vasquez Palmeira, Djalma Lima Santos, Anísio Marques Neto, Midiã Andrade Santos e Joselito Lima Júnior estavam no anel superior no antigo estádio e caíram de uma altura de mais de 20 metros por volta dos 35 minutos do segundo tempo. O jogo seguiu até o apito final, até porque a notícia do acidente só se espalhou após a partida.

Inaugurado em 1951, o antigo estádio Otávio Mangabeira era administrado pela Superintendência de Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), órgão estatal na época chefiado pelo ex-jogador de futebol Raimundo Nonato Tavares, o Bobô. Ninguém foi responsabilizado pela tragédia. Interditado após o ocorrido, o estádio foi implodido no dia 29 de agosto de 2010. A nova arena, construída para atender as demandas da Copa do Mundo 2014, foi inaugurada oficialmente pela ex-presidente Dilma Rousseff no dia 5 de abril de 2013.

Correio



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.