bahia

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016 19:34

Trânsito de veículos pesados preocupa construtora que vem trabalhando na recuperação da BA 120

A situação é mais grave porque nem sequer foi concluída a obra, o que se vê são grandes carretas trafegando

Ladeira da Juliana chegada de Coité via Riachão. Bitrem precisou da ajuda de uma patrol | Foto: Divulgação

As obras de recuperação da malha asfáltica da BA 120, com extensão de 28 km que liga as cidades de Riachão do Jacuípe a Conceição do Coité, está praticamente pronta, faltando ás sinalizações horizontal e vertical, além da conclusão dos acessos ao Distrito de Chapada pertencente a Riachão do Jacuípe e do Povoado de Almas, Conceição do Coité. Um fato tem preocupado a construtora Augúrio Construções e Terraplanagem, inclusive já oficializou Superintendência de Infraestrutura de Transporte da Bahia, órgão que substituiu o DERBA, para o trânsito de caminhões carregados com contêiner com peso em torno 50 toneladas, baú e bi-trem com 70.

O material usado não é próprio para o trânsito de veículos mega-pesados

O engenheiro responsável pela obra, Rodrigo Souza Teixeira, explica que referido trecho foi construído com TSD e não foi direcionado para essa capacidade de carga. Com a informação da Augúrio Construções, a SIT manteve com contato com o setor de sinalização, fixou placas informativa para alertar os caminhoneiros e buscou apoio junto a Policia Rodoviária Estadual, que vem fazendo blitz educativa diariamente.

Balanças construídas para fiscalizar esses veículos deixaram de funcionar

Balança de Santaluz antes da reforma funcionava. Após, nunca voltou a funcionar e o que se vê é o mato tomando conta e vidraças depedrada | Foto: Divulgação

Na região sisaleira existem dois postos de pesagem construídas há cerca de quinze anos, uma na BA 120 saída Santaluz / Valente, outra na BA 409 no Distrito de Bandiaçu, trecho Coité/Serrinha. A de Santaluz logo no inicio foi utilizada mas não deu sequencia, acabou sendo abandonada. O Governo novo investimento e reformou, mas nunca colocou para funcionar, não se sabe por qual motivo. Hoje está totalmente abandonada, depredada e coberta pelo mato.

A balança de Bandiaçu pelo menos está servindo ao PRE | Foto: Raimundo Mascarenhas

A de Conceição do Coité ficava ao lado do Posto da Policia Rodoviária Estadual, até que funcionou por um período, mas fechou e quando a situação estava ‘caminhando’ para ficar igual ao de Santaluz, um acordo firmado entre a Prefeitura e o Governo do Estado permitiu que aquela obra fosse utilizada pela PRE e “caiu como uma luva”. Espaço muito adequando para o serviço, porém a finalidade não era essa e sim coibir o trafego de veículos com cargas acima do permitido. Hoje, qualquer leigo quando ver uma carreta carregada nas BA´s logo diz: “Isto que acaba as estradas”.

A PRE deverá fazer alguns intervenções durante o dia, mas não vai impedir que as noites e madrugadas as pesadíssimas carretas trafeguem.



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.

%d blogueiros gostam disto: