brasil

quinta-feira, 02 de fevereiro de 2017 14:55

Citado na Lava Jato, Rodrigo Maia é reeleito presidente da Câmara Federal

Assim como Eunício Oliveira, que foi eleito presidente do Senado nessa quarta (1º), o presidente da Câmara foi citado na Operação Lava Jato.

Foto: divulgação

Com maior apoio dos parlamentares – 293 votos – o deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ) foi reeleito presidente da Câmara Federal, nesta quinta-feira (2). Assim como Eunício Oliveira, que foi eleito presidente do Senado nessa quarta (1º), o presidente da Câmara foi citado na Operação Lava Jato. Na delação do ex-diretor da Petrobras, Cláudio Melo Filho, ele foi acusado de receber R$ 100 mil para quitar despesas de campanha. Maia só anunciou sua candidatura na terça (31), pouco depois de o Superior Tribunal Federal (STF) recusar o pedido dos opositores para barrar sua participação na disputa, mas há meses faz campanha nos bastidores.

O argumento usado pelos adversários era de que a Constituição e o Regimento Interno da Casa impedem que membros da Mesa Diretora sejam reconduzidos ao cargo dentro da mesma legislatura – caso do democrata, eleito presidente para substituir Eduardo Cunha (PMDB), que teve seu mandato cassado em julho do ano passado. Maia, que conta com o apoio do PCdoB, ficou conhecido também como o favorito do presidente Michel Temer ao cargo. Outros cinco deputados disputavam o pleito: Jovair Arantes (PTB-GO) com 105 votos; André Figueiredo (PDT-CE), que reuniu também o apoio do PT, mas não conseguiu todos os partidos da oposição, a exemplo do PSOL que lançou candidatura própria, com 59; Júlio Delgado (PSB-MG) com 28; Luiza Erundina (PSOL-SP) com 10 e Jair Bolsonaro (PSC-RJ) com 4 votos. Cinco deputados votaram em branco. Os dois últimos lançaram candidatura apenas nessa quarta (1º), véspera da eleição.

Bahia Notícias



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.