esporte

domingo, 19 de fevereiro de 2017 20:41

Vitória vence o Bahia de Feira e mantém 100% de aproveitamento; Bahia da capital sofre o primeiro gol na temporada

O destaque da rodada foi o Vitória da Conquista que venceu o Atlântico por 5 a 0.

A quinta rodada do Campeonato Baiano aconteceu na tarde deste domingo, 19, com cinco jogos, destaque para o Vitória da Conquista que jogando em casa venceu o Atlântico por 5 a 0. O Jacobina jogando em casa venceu o Galícia por 3 a 0 no Estádio José Rocha, e o único empate da rodada aconteceu no ‘clássico genérico’ Fla x Flu na cidade de Guanambi, onde o Flamengo local recebeu o Fluminense de Feira de Santana e o jogo terminou empatado em 1 a 1.

No Estádio de Pituaçu o Bahia recebeu o Juazeirense e teve dificuldade para vencer o Cancão do Fogo por 2 a 1. O Tricolor com o time reserva, assim como vem entrando em campo nos jogos do Baianão, até que fez um bom primeiro tempo, pressionou bastante, mas o primeiro gol só aconteceu no finalzinho do primeiro tempo. Régis com a sua maestria de sempre cobrou uma falta e jogou a bola milimetrada na cabeça do atacante Gustavo que da entrada da pequena área cabeceou forte sem chances para o goleiro Tigre. Resultado justo no primeiro tempo Bahia 1 Juazeirense 0.

Comemoração pelo gol de Mário, que deu a vitória ao Bahia | Foto: Globo Esporte

Na segunda etapa o treinador do Juazeirense Paulo Salles conseguiu colocar em campo uma equipe mais agressiva e logo nos primeiros cinco minutos já chegava com perigo ao gol tricolor, demonstrando melhor em campo, num ataque pela direita, foi feito um cruzamento e a bola tocou no braço de um defensor do Bahia, o árbitro estava próximo do lance e apitou para a marca do pênalti. O lateral direito Nem chutou rasteiro no canto direito, o goleiro Anderson saltou certo, mas não conseguiu evitar o empate e o primeiro gol sofrido pelo Bahia em competições oficiais no ano 2017, em jogos pelo Baiano, Nordeste e Copa do Brasil.

O empate deixou a torcida preocupada, pois, o Cancão de Fogo continuou explorando muito bem os contra-ataques e assim como o Bahia jogou melhor no primeiro tempo, os visitantes já se apresentava melhor na segunda etapa. O treinado Guto Ferreira fez três alterações, uma delas viria a ser a mais feliz. Mário entrou no lugar de Renato Cajá, re próximo do fim, uma falta na linha de fundo, próximo da grande área, no passado os narradores chamava de ‘escanteio de mangas curtas’, Juninho cruzou rasteiro e a bola foi certinha no pé de Mario dentro da pequena área chutou forte e correu para o abraço. Bahia 2, Juazeirense 1. O Esquadrão foi a 10 pontos ganhos, três vitórias e um empate.

Vitória vence Bahia de Feira e mantém 100% de aproveitamento

Rubros negros comemoram o gol de Kanu aos 46 min do primeiro tempo | Foto: Globo Esporte

O jogo do Bahia de Feira contra o Vitória foi o último para fechar a rodada, pois, começou uma hora mais tarde em relação aos demais,ou seja, às 17h. Diferente do Bahia, o Rubro Negro tem mandando pra campo seu time titular, as vezes poupa alguns jogadores.

O ‘BA VI’ genérico foi um jogo bastante disputado, por um lado o Leão tentando manter a liderança com 100% de aproveitamento, do outro o Bahia de Feira em busca do segundo triunfo na competição e se afastar da zona de degola.

O jogo

A partida foi bastante movimentada, com o jogo aberto as duas equipes buscavam o gol a todo instante, mas que de seu melhor nos acréscimos da primeira etapa foi o Leão. Aos 46 minutos, após sobra de escanteio pro Vitória, Willian Farias deu um lançamento de cinema desde a defesa para Cleiton Xavier que cruzou por baixo. David não fez, mas Kanu, que estava na área desde o escanteio bateu com força. A bola explodiu no travessão e desceu dentro do gol. O árbitro Jailson Macêdo Freitas demorou um pouco, mas confirmou o gol legal do Leão.

Logo aos 4 minutos do 2º tempo, o Bahia de Feira empatou, com Menezes, mas o árbitro, atendendo solicitação do auxiliar, anulou – erradamente – o gol feirense como sendo impedimento. O auxiliar equivocou-se quando pensou que a bola tinha sido cabeceada por um jogador do Bahia de Feira e pegou o atacante em impedimento, mas quem cabeceou foi um zagueiro Rubro negro, o que anularia o impedimento. O Tremendão reclamou o gol mau anulado.

A partir daquele momento o Vitória aproveitou o Bahia mais aberto e passou a explorar mais os contra-ataques, mas o jogo terminou mesmo em 1 a 0 com o Vitória na liderança isolada chegando aos 12 pontos em 4 jogos.



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.