araci

segunda-feira, 13 de março de 2017 13:20

Araci Norte II – Vereadores querem uma solução urgente para retomada da obra

A Bacia sedimentar fica em Tucano mas deveria está atendendo a maioria dos povoados de Araci, cujo município tem arcado com as despesas. O edis estão revoltados também com os 'gatos' feitos ao longo da adutora para irrigação e outros fins menos importantes que o consumo humano.

Primeira-dama Rita Adriana abre uma torneira que mostra a força da água, mas não chega com a mesma precisão nas residencias | Foto: Raimundo Mascarenhas

Na visita que os vereadores de Araci, Roberto do ‘Sem Freio’ (PP), Anastácio Carvalho (PR), José Augusto Moura (PDT), Gilvan Oliveira dos Santos, ‘Guri’ (PV) Edneide Pereira (PT) e Jamile Magalhães Costa (PSDB), fizeram no domingo (12), a região do Tracupá, onde se localiza a Bacia Sedimentar de Tucano, acompanhando o deputado estadual Alex da Piatã (PSD) e o prefeito de Araci, Silva Neto (PDT), ficaram revoltados ao verificarem a quantidade de “gatos” feitos pelos proprietários de terras às margens da adutora do projeto Araci Norte que deveria estar abastecendo 67 comunidades e beneficiando 38 mil moradores da zona rural de Araci.

Ponto de partida do projeto fica no município de Tucano distante cerca de 30 km da sede de Araci | Foto: Raimundo Mascarenhas

A revolta foi maior ao ouvir do prefeito Silva Neto que mensalmente a Prefeitura paga R$ 30 mil de energia, além da manutenção, e recentemente foi necessário adquirir uma nova bomba para bombear água do primeiro poço para a caixa construída na serra de pai Migué e de lá, por gravidade, abastecer a região de João Vieira.

José Augusto disse que para que a população seja atendida de forma regular é preciso concluir a obra e acabar com ligações clandestinas ‘gatos’. | Foto: Raimundo Mascarenhas

Vereador no exercício do terceiro mandato, José Augusto Moura, residente no Distrito de João Vieira, falou que é inaceitável isso, ou seja, a Prefeitura de Araci banca todo custo de manutenção do sistema e seus munícipes não são beneficiados. “Além do custo financeiro, desgaste politico e sentindo de perto o problema que as pessoas estão passando neste momento difícil, é necessária uma posição e a busca de uma solução urgente”, desabafou José Augusto.

Conhecedor do sistema, pois segundo ele tem acompanhado desde 2002, quando tudo começou, José Augusto denunciou que a água está sendo desviada para irrigação e consumo animal, conforme flagrou a equipe do CN. “Atualmente sai 100 mil litros/água por hora e só chega 20 mil em Araci, não sendo possível abastecer se quer as primeiras comunidades”, protesta o parlamentar.

Anastácio na última eleição ficou na suplência, mas assumiu após o vereador Marquinhos assumir a Secretaria de Relações Institucionais | Foto: Raimundo Mascarenhas

O vereador Anastácio Carvalho, disse que no Distrito de Tapuio e povoados Ribeira I e II, comunidades onde obteve boa quantidade de votos, vêm sofrendo muito com a estiagem e as pessoas estão passando muitas dificuldades, sendo necessário abastecer com caminhão-pipa e pela distancia impede a prestação de um bom atendimento. Ele lembrou que no Distrito de Tapuio foram colocados os canos agora e nas Ribeiras houve necessidade de mudar toda tubulação nas obras da terceira etapa.

Vereador Guri está no segundo mandato | Foto: Raimundo Mascarenhas

Representante da região de Pedra Alta, onde mora, o vereador Gilvan Oliveira dos Santos, mais conhecido por Guri (PV), lembrou que os canos já foram colocados na sede da comunidade, mas não interligou a caixa principal, pois é uma área de pedra e necessita de um trabalho mais especializado e isto não ocorreu por causa da paralisação das obras da terceira etapa. Ao entorno de Pedra Alta estão localizadas 30 comunidades onde residem aproximadamente 3.500 pessoas.

Vereadora Edneide Pereira cumpre seu primeiro mandato | Foto: Raimundo Mascarenhas

A vereadora Edneide Pereira, nasceu e se criou na região de Bela Vista, há 18 km da sede de Araci, onde moram 100 famílias. Ela lembrou que o projeto é bem amplo e a população foi beneficiada com sanitário e pia, logo no inicio. Contou também que Bela Vista por um tempo chegou a receber água, mas também houve a mudança da tubulação e depois disso água não mais chegou.

Edneide Pereira, cuja origem politica é ligada ao movimento sindical rural, falou da dificuldade para atender as demandas de pedidos d’água, principalmente dos moradores de Caldeirão, Duas Estradas, Poço do Capim, Terra Dura. “Vamos lutar para resolver rápido essa situação, pois, estamos vivendo a pior seca da nossa história e com a solução de abastecimento de água tão próximo de ser resolvida”, apelou a petista.

Edneide Pereira, Guri, Anastácio Carvalho e José Augusto, foram eleitos por partidos que apoiaram a reeleição do prefeito Silva Neto. A luta pela concretização do projeto Araci Norte vai bem além das questões políticas partidárias e o exemplo disso foi à presença de Roberto do Sem Freio e Jamile Irmã de Gilmara, eleitos pela base da oposição, mas acompanharam o deputado Alex da Piatã e o prefeito Silva Neto nesta visita.

Mesmo sendo eleita pela oposição ao Governo, Jamile compôs a comitiva mostrando que representa o povo | Foto: Raimundo Mascarenhas

A vereadora Jamile, Irmã de Gilmara que disputou a Prefeitura pelo PSDB, foi eleita com 941 votos, dos quais 650 votos no Distrito de Barreira. Ela lembrou que há dois anos não cai água e que os canos também foram trocados, porém não soube explicar o motivo.

Preocupada, Jamile contou que sua comunidade fica a 05 km do Rio Itapicuru, mas o mesmo está seco e quando é tempo de enchente falta barragens, para que seja perenizado. “Nossa situação é critica e local onde os carros-pipa estão sendo abastecidos só tem água para no máximo,60 dias”, concluiu a tucana.

Sem ‘freio na língua’ Roberto disse que está faltando bom senso de alguns para conclusão da obra | Foto: Raimundo Mascarenhas

Na comunidade do Sem Freio, está tudo pronto, ou seja, as tubulações, as caixas d’água e próxima de Arapuá, podendo interligar ao sistema antigo e, segundo o vereador Roberto, na sua opinião, falta bom Senso. No atual estágio da obra, a comunidade de Sem Freio é a mais distante da sede de Araci, fica há 35 km.

 

Após ouvir os vereadores, o prefeito Silva Neto e o deputado Alex da Piatã, conversaram com repórter Vilmara de Assis, no Calila News.

 

Redação CN

Araci Norte I – Deputado Alex da Piatã, prefeito e vereadores visitam projeto e tentam a retomada da obra de abastecimento d’água

 



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.