agricultura

sábado, 04 de março de 2017 18:13

Consequências da Seca I – “Michel Temer anunciou e até agora nada do milho subsidiado pela CONAB”, desabafa sindicalista Teodomiro Paulo

O Calila Noticias inicia uma série de reportagens sobre as consequências e os prejuízos causados pela seca nos territórios do sisal e Jacuípe. Esperando logicamente as chuvas, mas enquanto não chegam, mostra para o leitor a triste situação. A começar pela dificuldade que os produtores de Riachão do Jacuípe passam para adquirir milho da CONAB 

Teodomiro disse que as coisas só tem dificultado para o trabalhador rural | Foto: Raimundo Mascarenhas

O secretário de Finanças do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Riachão do Jacuípe, Teodomiro Paulo, demonstrou, ao falar para o CN, muita preocupação com a demora da publicação da portaria do Ministério da Agricultura liberando a venda do milho subsidiado pela CONAB. O sindicalista afirmou que o presidente da República Michel Temer anunciou em uma em cerimônia no Palácio do Planalto no dia 15 de fevereiro deste ano (2017) a liberação da venda de milho dos estoques públicos para pequenos criadores e agroindústrias de pequeno porte do Nordeste.

O programa, chamado de Vendas em Balcão, permite o acesso de pequenos criadores, que usam o milho como ração animal, por meio de venda direta e a preço de atacado e normalmente, a liberação dos estoques governamentais, por meio desse programa, acontece em momentos de necessidade do mercado, seja para regular preço ou para garantir abastecimento. “Nosso caso é conta da seca, ou seja, uma das piores de toda nossa história” confessou.

Uma das preocupações de Teodomiro Paulo é com a burocracia para o cadastramento dos agricultores. “Eles (agricultores) devem comparecer a uma unidade da Conab e para nossa região, a mais próxima é Ribeira do Pombal (180 Km), levar cópia do RG e do CPF, além de comprovantes de identificação, de endereço, de qualificação de suas atividades e de escala de produção/consumo e só depois saberá quanto de milho poderão comprar”, informou.

Sindicalistas visitaram a unidade da CONAB em Ribeira do Pombal

Acompanhado do presidente do STTRRJ, João Batista Gomes Santos, Teodomiro relatou ao CN que esteve recentemente em Ribeira do Pombal onde a saca do milho está sendo comercializada a R$ 40 e com o rebate de 30%, que deverá acontecer após a publicação da portaria, o milho passará a custar R$ 30,08, ensacado e em cima do caminhão.

Para facilitar o trabalho dos agricultores do município de Riachão do Jacuípe, o Sindicato vem realizando esse trabalho e levará as fichas até Ribeira do Pombal para saber quantos sacos serão liberados e em seguida providenciar transporte. “Já estamos com 100 produtores cadastrados”, falou Teodomiro Paulo.
.
O sindicalista falou ainda que, no futuro bem próximo, para comprar milho pelo Programa de Vendas em Balcão, será necessário fazer um registro prévio no Sistema de Cadastro Nacional de Produtores Rurais (SICAN), disponível no site da Conab e para isso deverá ser de forma individual através de e-mail pessoal de cada agricultor, ”ou seja, quando o governo organiza um programa de apoio ao homem e mulher do campo, fazem com base na tecnologia do sul e nós aqui do nordeste que “se lasque”, desabafou.

Redação CN



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.