politica

domingo, 26 de março de 2017 01:06

Deputado Mário Junior é vaiado em ato com o governador. Situação indentica passou João Bacelar em Riachão, ambos votaram a favor da terceirização

Mário Junior foi o terceiro mais votado nas eleições de 2014 em Cicero Dantas. João Bacelar, primeiro mais votado não compareceu,

No espaço de aproximadamente 24 horas, dois deputados federais foram vaiados durante seus pronunciamentos em atos com a presença do governador Rui Costa (PT) por causa do voto favorável ao Projeto de Lei 4302, apresentado há 19 anos pelo governo Fernando Henrique Cardoso que libera a terceirização do trabalho e foi aprovado com 231 votos favoráveis, 188 contrários e oito abstenções no meio da semana passada. O projeto que depende apenas de sanção de Michel Temer, permite a terceirização em todas as atividades de uma empresa, tanto no setor privado quanto no serviço público.

Dos 19 deputados federais da bancada da Bahia, Mário Negromonte Júnior (PP) foi um deles e, a exemplo do colega João Bacelar (PR) vaiado na sexta-feira,24,em Riachão do Jacuípe, Mário Junior também foi alvo de protestos ao ser anunciado para usar da palavra na manhã de sábado (25) na cidade de Cícero Dantas, localizada no território Semiárido Nordeste II. O progressista teve dificuldade de iniciar seu pronunciamento e a todo instante apelava para a multidão, pedindo paciência e que no final falaria sobre o assunto.

Mário garante que não votará a favor da PEC 287| Foto: Teones Araújo

O paramentar foi eleito em 2014 com mais de 170 mil, sendo o terceiro entre os mais votados em Cícero Dantas, onde obteve 1.688 votos, falou sobre emenda federal de sua autoria que beneficiar 14 municípios da região com a reforma do hospital e a perfuração de cinco poços artesianos pela CERB, cujo investimento é de aproximadamente R$ 750 mil, mas não paravam os gritos de “golpista” e as vaias. Tentando se explicar, Mario Junior disse que votou por coerência, pois em 2013, no exercício de deputado estadual, foi relator, atendendo ao pedido do então governador Jaques Wagner, da conhecida lei Anti-Calote, de autoria da deputada estadual Maria Del Carmen (PT), que regula e protege os terceirizados do serviço público estadual.

Mário Junior falou ao CN, que antes de ser votado no Congresso, dois governadores do PT, Agnelo Queiroz (Brasília) e Jaques Wagner (Bahia), isso em 2013, pois na época as empresas terceirizadas não estavam pagando os trabalhadores e necessitavam regulamentar. O parlamentar lembrou que na Bahia são muitas as empresas terceirizadas que prestam serviços nas Secretárias de Saúde, Educação, Embasa, Cerb e o então governador Wagner demonstrava dificuldade em relação de trabalho, empresa e empregado.

Ele falou que seu interesse é proteger os trabalhadores e se for o caso, todos os governadores dispensarem as empresas terceirizadas que prestam serviços em seus estados, ele se propõe a fazer um projeto de lei neste sentido. Sobre a reforma da previdência que ainda está pra ser votada, ele disse que é contra e até apresentou uma emenda que protege os trabalhadores rurais e pescadores, categorias que devem receber um tratamento diferenciado.

Os cinco mais votados na eleição de 2014, em Cícero Dantas, votaram a favor da terceirização: João Carlos Bacelar (PR – 4.885 votos), Benito Gama (PTB – 2.429 votos), Mário Junior (PP – 1.688 votos), José Nunes (PSD – 969 votos) e Aleluia (DEM – 613 votos), foram a favor da lei que permite terceirização irrestrita em empresas privadas e no serviço público e amplia a permissão para contratação de trabalhadores temporários, pois no momento só é permitido contratar esses profissionais por três meses, com a mudança passa a ser por até nove meses, sendo que são seis meses, renováveis por mais três. Dentre os votados em Cícero Dantas, só compareceu ao evento, Mário Negromonte.

Ele também falou com o Calila News – Ouça

Saiba como votaram todos os deputados baianos:

Afonso Florence (PT) – Não

Alice Portugal (PCdoB) – Não

Arthur Oliveira Maia (PPS) – Sim

Bacelar (PTN) – Não

Benito Gama (PTB) – Sim

Cacá Leão (PP) – Sim

Caetano (PT) – Não

Claudio Cajado (DEM) – Sim

Daniel Almeida (PCdoB) – Não

Davidson Magalhães (PCdoB) – Não

Elmar Nascimento (DEM) – Sim

Félix Mendonça Júnior (PDT) – Não

Irmão Lazaro (PSC) – Não

João Carlos Bacelar (PR) – Sim

João Gualberto (PSDB) – Sim

José Carlos Aleluia (DEM) – Sim

José Carlos Araújo (PR) – Sim

José Nunes (PSD) – Sim

José Rocha (PR) – Sim

Jutahy Junior (PSDB) – Sim

Márcio Marinho (PRB) – Sim

Mário Negromonte Jr. (PP) – Sim

Nelson Pellegrino (PT) – Não

Paulo Azi (DEM) – Sim

Paulo Magalhães (PSD) – Sim

Pr. Luciano Braga (PRB) – Abstenção

Roberto Britto (PP) – Sim

Robinson Almeida (PT) – Não

Ronaldo Carletto (PP) – Sim

Sérgio Brito (PSD) – Sim

Uldurico Junior (PV) – Não

Valmir Assunção (PT) – Não

Waldenor Pereira (PT) – Não



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.