bahia

sexta-feira, 24 de março de 2017 15:44

Homem diz ter ‘perdido’ prédio com 11 apartamentos após ataque a banco

Ataque ocorreu na madrugada de segunda-feira (20) e assustou população. Comerciante avalia de R$ 500 mil. Inquilinos tiveram que deixar os imóveis.

Dono de prédio estima prejuízo de R$ 500 mil após explosão

A explosão a uma agência bancária em Irecê, norte da Bahia, na segunda-feira (20), causou, além de susto na população que foi surpreendida com tiroteio, prejuízos financeiros aos vizinhos do estabelecimento. Uma câmera de segurança flagrou o momento em que um dos bandidos apoia uma arma longa em um poste, perto da agência bancária.

Dono de um prédio que fica na mesma rua da agência, o comerciante Kelmo Alves Cardoso avalia que os prejuízos chegam a R$ 500 mil. A explosão danificou o imóvel e todos os inquilinos deixaram o local. No prédio havia um supermercado no térreo e 11 apartamentos em outros andares. “Do dia para a noite, o que eu construi em dez anos eu vi ir ao chão”, lamentou o comerciante.

O auxiliar administrativo Márcio Lima mora em frente ao banco e, no momento do ataque, acordou assustado, achando que acontecia algo dentro de casa. Parte do teto do imóvel desabou com a explosão.

“No momento, desci as escadas desesperado, achando que o prédio estava caindo e lá encurralado vendo bala para todos os lados entrei na casa de um vizinho onde ficamos debaixo de uma mesa”,

Desde o ataque, o policiamento em Irecê e nas cidades vizinhas foi reforçado. A direção do banco informou que os clientes podem ir a outras agências da região e que disponibiliza canais alternativos de atendimento por telefone e internet.

O prefeito da cidade, Elmo Vaz, pediu ao governo do estado que fosse instalada uma sede da Companhia Independente de Policiamento Especializado da Caatinga na região. O gestor solicitou ainda que o presídio da cidade, que já foi construído, comece a funcionar. Uma licitação precisa ser feita para que a unidade prisional comece a operar. Vaz disse ainda que a delegacia de Irecê tem capacidade para 30 presos, mas abriga cerca de 130.

O prefeito também esteve em Brasília com o presidente do Banco do Brasil, para pedir pressa na reconstrução da agência que foi destruída com o ataque. A assessoria da Secretaria de Segurança Pública informou, por telefone, que está à espera dos documentos com as solicitações do prefeito para analisar a possibilidade de atendimento do pedido para instalação da sede da Caatinga.

G1bahia

 



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.