bahia

sexta-feira, 10 de março de 2017 22:45

Moradora de comunidade que será beneficiada pelo projeto Araci Norte, apela via redes sociais pela retomada das obras

Com 65% do projeto em andamento, o Tribunal de Contas da União (TCU), notificou a CERB de superfaturamento, motivando a paralisação das obras.

Moradora faz apelo as autoridades para que retome o `Projeto Araci Norte que se arrasta desde o inicio de 2000

Se o sistema integrado de abastecimento de água Projeto Araci Norte estivesse em operação, 67 comunidades estariam recebendo água de qualidade, o que corresponde a 38 mil moradores da zona rural de Araci e Tucano, com extensão de 224 quilômetros de adutoras.Em toda extensão do sistema, serão construídos 56 reservatórios, 15 estações elevatórias, três estações de tratamento, rede de distribuição de 116 quilômetros e mais de seis mil ligações domiciliares.

As pessoas que moram ao longo da adutora visualizaram a concretização do sonho em 11 de agosto do ano passado, quando receberam o presidente da Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb), Marcus Vinicius Bulhões, que fez uma visita técnica, estimando para dezembro do mesmo ano a inauguração de parte do sistema que atende 15 localidades, onde moram mais de 11 mil pessoas.

Com 65% do projeto em andamento, o Tribunal de Contas da União (TCU), notificou a CERB de superfaturamento, motivando a paralisação das obras e a mesma se defende negando acusação e circulou um documento explicando todos os detalhes da obra. Enquanto permanece a disputa burocrática de acusação e defesa, se houve ou não superfaturamento, a seca vem castigando impiedosamente milhares de moradores da região.

Essa semana circulou nas redes sociais um vídeo gravado por uma moradora do Povoado de Várzea da Pedra, comunidade localizada na linha divisória dos municípios de Santaluz e Araci, que se identificou como Marli, demonstrado a angustia e desespero dos moradores por falta d’água.

Veja o vídeo



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.