esporte

quinta-feira, 04 de maio de 2017 00:51

Baianão: primeiro BA-VI da final termina empatado; Leão garante titulo com novo empate

O Bahia abriu o placar aos 33 do primeiro tempo gol de Tiago de cabeça e sofreu o empate com gol contra de Armero, aos 32 do segundo tempo.

Patric passa por Lucas Fonseca no lance do gol rubro-negro, que seria marcado por Armero, contra
(Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

Bahia e Vitória voltaram a se enfrentar na noite desta quarta-feira, 03, na Arena Fonte Nova no jogo de ida da final do Campeonato Baiano 2017. O jogo terminou empatado em 1 a 1, melhor para o Vitória que conseguiu o empate fora de casa e sem nenhum torcedor no estádio, já que foi mais uma vez torcida única e conseguiu segurar a pressão de 24.465 torcedores tricolores.

O Leão no próximo domingo deverá lotar o Barradão para a grande final podendo ser campeão invicto, já que o empate é suficiente para levantar o troféu.

O jogo

O Bahia de ‘alma lavada’ depois de vencer no domingo e despachar o Vitória da final da Copa do Nordeste, voltou a atuar na fonte com a presença de grande público e como ocorreu na partida de domingo no primeiro tempo somente o Bahia atacou e a única vez que precisou do goleiro Jean trabalhar foi nos primeiros minutos quando evitou um gol olímpico, depois disso os jogadores rubro negros tiveram muito trabalho para conter os jogadores Regis, Zé Rafael e Edgar Junior. Allione destaque de domingo apareceu pouco no jogo, mas não comprometeu quando precisou tocar a bola.

O Bahia precisava da vitória, mas não teve a mesma raça do jogo de domingo e foi até displicente nas jogadas de ataque. O Tricolor abriu o placar aos 33 minutos do primeiro tempo quando já era merecido. Na cobrança da falta, Régis levanta a bola na área, e Tiago só desvia de cabeça. A bola passa entre as pernas de Tiago e estufa as redes do gol de Fernando Miguel.

O Bahia manteve o ritmo e tentava buscar o segundo gol, mas não chegava com tanta raça, talvez pelo desgaste do jogo anterior e o Vitória conseguiu se defender. Fim do primeiro tempo Bahia vencendo por 1 a 0.

Segundo tempo

Na segunda etapa o Bahia voltou com a mesma postura do primeiro tempo, e Renê Junior que fex grande partida logo aos 2 minutos arriscou de fora da área para uma grande defesa de Fernando Miguel. Aos 5 min Paulinho recebeu um cruzamento da esquerda esticou a perna e conseguiu chutar, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora.

Aos 8 min Régis que vinha sendo o principal articulador das jogadas de ataque ao lado de Zé Rafael, desabou no gramado reclamando de dores e foi dissubstituído por Gustavo que praticamente iria participar de apenas dois lances no jogo. Aos 15 min Allione dá um belo passe para Gustavo, que entra na área e, de frente para o gol, bate na bola sem olhar a acerta a rede pelo lado de fora. E aos 20 min após confusão na área, Gustavo tentou roubar a bola da zaga do Vitória, mas a bola bateu na mão de Allione.

O Vitória começou levar perigo mesmo foi aos 23 minutos, uma sequencia de três lances quase chegou ao empate. Na primeira, Patric bate colocado, e Eduardo salva de cabeça quase em cima da linha. No rebote Paulinho cruza na cabeça de Cleiton Xavier acerta a trave. A bola ainda sobra para David, que manda forte por cima do gol.

A partir daquele momento o gol de empate começou a ‘amadurecer’, Zé Rafael também sai do jogo e entra Juninho em seu lugar, o Tricolor perdia mais uma peça importante na criação das jogadas. Já no Vitória entrou o atacante Rafaelson no lugar de Euller empurrando o Leão para o ataque.

O Vitória chegou ao empate aos 32 minutos, Patric brigou pela bola dentro da área e bateu rasteiro. Jean defende com os pés, mas a bola bate em Armero que faz  o gol contra. É o empate do Leão para silenciar a Fonte Nova.

Numa arrancada de contra ataque outro jogador que vinha se destacando, o Renê Junior desabou no gramado e pediu substituição, entrou Diego Rosa no seu lugar mas não disse pra que entrou. O Vitória trocou Cleiton Xavier por Pisculichi, mas atacante em campo.

 

Uilian Correia fez falta dura aos 39 minutos e recebeu amarelo, três minutos depois comete nova falta que caberia o amarelo, o árbitro aplicou e levantou também o vermelho. Vitória com um a menos aos 42 minutos.Sobrou pra Pisculichi que teve que sair de campo oito minutos depois de ter entrado para dar lugar ao zagueiro Renê. Juiz  dá 3 minutos de acréscimos, mas o Bahia não aproveitou e amargou o empate quando teve maior domínio do jogo e para ser campeão vai precisar de uma vitória simples em pleno Barradão.

Redação CN



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.