economia

terça-feira, 09 de maio de 2017 20:17

Com 10 PAC, ASCOOB/Itapicuru é avaliado positivamente, mesmo diante da crise

Neste período de longa estiagem, os associados têm buscado apoio junto a cooperativa de credito Asccob Itapicuru

A ASCOOB/Itapicuru, uma cooperativa de Crédito Rural com ação voltada para empreendedorismo, com prestação de serviços de natureza bancária e presente nos municípios de Santaluz, Queimadas, Nordestina, Cansanção, Itiúba, Monte Santo, Quijingue e nos distritos de Algodões (Quijingue), e Junco (Jacobina), com 17 anos de atuação, vem melhorando a vida dos seus cooperados e o resultado deste trabalho foi visto na assembleia anual de prestação de contas realizada no dia 22 de abril, em Jacobina.

Silvio Soares atual presidente da ASCOOB Itapicuru

O presidente da cooperativa, Silvio Soares, que está á frente a organização de crédito deste de 13 de agosto do ano passado, disse que apesar da crise, os resultados obtidos em 2016 foram bons e o esforço de toda diretoria este ano é trabalhar com foco maior para superar essa turbulência. Soares é cooperado do PAC de Queimadas, o segundo a ser criado, isto 2002. conta atualmente com 2.227 sócios.

História de sucesso

Matriz da ASCOOB Itapicuru fica em Santaluz

Tudo começou na cidade de Santaluz, com 112 associados e segundo o Joílson gerente atual “graças ao apoio e a confiança depositada pelos microempreendedores, agricultores familiares e comércio local, hoje estamos chegando a 17 mil, ou seja, uma verdadeira superação.O cooperativismo é um instrumento que as pessoas têm para sobreviver, principalmente em nossa região”, falou o colaborador Joílson.

Daiane Reis Conceição, gerente do PAC de Monte Santo, falou que vem trabalhando para crescer ainda mais a cada dia, e para isso tem trabalho com os agricultores e com o comércio, porém, ultimamente a maior procura é pelo credito emergencial em função da seca. Esse crédito financia compra de ração e água e neste caso o juro é menor. “Ainda estamos trabalhando com essa linha de crédito, pois choveu e ainda não foi o suficiente para recuperar a produção”, falou Daiane.

Há sete meses há frente o PAC de Itiúba, Fabiana Ferreira, contou que o Ascoob foi fundado há dois anos e já foram emprestados R$ 5 milhões. Ela contou que o PAC iniciou pagamento dos 120 garis da Prefeitura e a entidade irá realizar capacitação para que saibam operar com dinheiro.

Em 2004 foi criado o PAC de Quijingue e na formação da cooperativa foi o segundo município a acreditar neste projeto e sempre tem se destacado nas assembleias anuais e conta hoje conta 1.400 cooperados na sede e 618 no PAC de Algodões. A criação do PAC de Algodões, segundo Josemar Cavalcante de Queiroz, aconteceu em função da organização dos cooperados daquela comunidade e é gerenciado por Graziela Dantas Cunha.

Conheça os gerentes dos 10 PAC

Esquerda para a direita: Fabiana Nascimento (Itiúba), Josemar Cavalcante (Quijingue), Joilson Reis (Santaluz) Jackson Diego (Queimadas),Sônia Lisboa (Cansanção), Daiane Reis (Monte Santo), Patricia Guilherme (Junco), Graziella Dantas (Algodões), Cristiralis (Jacobina) e Joice (atendente) Nordestina

A diretora do Conselho de Administração Rosilda Alves da Silva Reis, residente na fazenda Bastião, contou ao CN que atualmente o PAC de Nordestina tem crescido, principalmente por ser a única opção bancária na cidade e tem procurado atender bem a comunidade com todos os serviços de atendimento bancário.

Ascoob/Itapicuru também está presente no município de Jacobina e diante da dimensão territorial a entidade criou, além do PAC na cidade, outro no Distrito do Junco, um dos maiores e mais distantes Distritos da sede.

Redação CN



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.