esporte

sábado, 13 de maio de 2017 17:13

Com dupla Ba-Vi de azarão, Brasileirão começa neste sábado e vai até 3 de dezembro

Flamengo x Atlético-MG, às 16h, e Corinthians x Chapecoense, às 19h, dão a largada na maior competição do país. Bahia e Vitória estreiam no domingo

Régis e Willian Farias são os destaques da dupla Ba-Vi; Felipe Melo é a principal novidade do atual campeão Palmeiras

A bola vai rolar para a competição mais importante do futebol brasileiro. A partir deste sábado (13), 20 equipes iniciam a disputa pelo título do Brasileirão. Serão 38 rodadas distribuídas ao longo de seis meses e meio para saber quem terá a glória de levantar o troféu da 61ª edição do torneio – considerando a disputa desde 1959. Flamengo x Atlético-MG, às 16h, no Maracanã, e Corinthians x Chapecoense, às 19h, no Itaquerão, abrem a Série A.

 Apenas a região Norte não tem representante no campeonato. O Nordeste ganhou reforço com o acesso do Bahia, mas perdeu o Santa Cruz, rebaixado, e conta ainda com Vitória e Sport, remanescentes da temporada passada. Já o Centro-Oeste voltou ao mapa, com o Atlético Goianiense, campeão da Série B em 2016.

O torneio terá novidades. A principal delas é o aumento de vagas na Copa Libertadores, o que faz o popular G4 virar G6. Outra inovação é que está proibida a venda do mando de campo para fora do estado de origem do clube mandante, o que nos dois últimos anos levou partidas para Brasília, Manaus e Cuiabá.

A capacidade mínima dos estádios foi reduzida de 15 mil para 12 mil torcedores, o que permite ao Atlético Goianiense jogar no seu mando de campo habitual, o estádio Olímpico, em Goiânia. As partidas às 11h de domingo e às 20h de segunda-feira estão mantidas.

Em sua 37ª participação desde 1959, a meta do Vitória é fazer um campeonato sem sustos e se classificar pelo menos para a Copa Sul-Americana – o oposto do ano passado, quando o time lutou contra o rebaixamento e só se livrou da degola na última rodada. A estreia é domingo (14), às 16h, contra o Avaí, na Ressacada, em Florianópolis.

“Tudo que for possível para chegar bem lá na frente, a gente vai fazer. Queremos nos classificar para uma competição internacional”, diz o diretor de futebol rubro-negro, Sinval Vieira. Enquanto os seis primeiros colocados vão para a Libertadores, é preciso terminar do 7º ao 12º lugar para garantir vaga na Sul-Americana.

Já o Bahia volta à Série A após dois anos ausente e tem objetivo mais modesto: não se preocupar com Série B até dezembro. “Queremos fazer um Brasileiro digno, dentro das nossas possibilidades, e não discutir rebaixamento em momento algum”, afirma o presidente Marcelo Sant’Ana. Domingo (14), às 16h, tem jogo com o Atlético Paranaense, na Fonte Nova.

FAVORITOS
Como em todo início de campeonato, alguns clubes são apontados como favoritos. Atual campeão, o Palmeiras é um deles. O clube investiu pesado e tem no elenco nomes como Felipe Melo, Dudu, além de Guerra e Borja, ambos campeões da Libertadores pelo Atlético Nacional, da Colômbia. No banco, o comandante será Cuca, campeão no ano passado de volta após a demissão de Eduardo Baptista.

Terceiro colocado em 2016, o Flamengo promete disputar as primeiras posições. O clube carioca manteve a base do ano passado, com o técnico Zé Ricardo, o meia Diego e o atacante Guerrero e se reforçou com o colombiano Berrío, o peruano Trauco, o volante Rômulo e o argentino Conca.

Outro clube do qual se espera muito é o Atlético-MG de Robinho, Fred, Leonardo Silva e Elias, em busca do troféu que não ergue desde 1971. Santos, Corinthians e Grêmio também são cotados para formar o G6.

Correio



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.